F1: Vettel não se importa com comparações a Shumacher

Grande esperança do automobilismo alemão depois da aposentadoria de Michael Schumacher, Sebastian Vettel assegura que a pressão para chegar perto das marcas do heptacampeão da Fórmula 1 não o atrapalha, apesar de saber que a esperança depositada nele tende a aumentar ainda mais com a proximidade do Grande Prêmio da Alemanha, marcado para o próximo domingo.

Com apenas 21 anos, Vettel correrá em Hockenheim pela primeira vez desde que estreou na F-1, no meio do ano passado. Mesmo com tão pouco tempo na elite do esporte, o jovem já garantiu seu lugar como o nome mais promissor da Alemanha, uma vez que os bons resultados com a modesta Toro Rosso devem lhe garantir uma vaga na Red Bull a partir da temporada 2009.


Nesse contexto, o alemão sabe que as comparações com Schumacher tornam-se inevitáveis, mas afirma que mantém o foco em sua a carreira.


“Você não pode deixar o que as pessoas dizem ficar em sua mente. Para mim, não ligo, tenho minha própria meta”, afirmou em entrevista ao site britânico Autosport. “A cada volta de cada corrida quero fazer o melhor possível, portanto não tenho a necessidade de ouvir de alguém ‘ele é bom’ ou ‘ele é ruim'”.


Além de garantir que não se afeta pelo que vem de fora, Vettel ainda diz que seu modo de viver é o mesmo da época em que não disputava a Fórmula 1. “Minha vida não mudou muito, sou raramente reconhecido (na rua). Ainda sou a mesma pessoa, que gosta de jogar futebol e de ficar com os amigos”.


Fonte: Gazeta Press

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *