F1: Vettel volta a liderar em São Paulo. Massa tem problemas

Mark Webber se esforçou, acelerou forte e chegou a ser o líder do segundo treino livre para o GP do Brasil. Entretanto, quando o cronômetro zerou, quem estava novamente à frente na lista de tempos era seu rival e companheiro de Red Bull, Sebastian Vettel.

Na sessão da tarde, o jovem alemão foi o primeiro e o único a andar na casa do 1min11s, estabelecendo a marca de 1min11s968. O australiano mais uma vez teve que conformar com a segunda posição. Pelo menos, agora a diferença foi menor: 0s104, contra quase meio segundo da sessão anterior.

Quem teve uma sexta-feira para esquecer foi Felipe Massa. Após ser apenas o 13º colocado antes do almoço, o brasileiro lutava entre os ponteiros, mas repentinamente viu sua Ferrari ficar lenta no meio da pista de Interlagos e precisou ter o carro içado faltando cerca de 30 minutos para o fim do teste com uma falha na embreagem. Ainda assim, terminou em quinto lugar.

Companheiro de Massa na escuderia de Maranello, Fernando Alonso se recuperou de um problema de motor e ficou em terceiro. Com propulsor novo, ele mostrou ter condições de vencer e, que sabe assim, se sagrar campeão no próximo domingo. Para que isto aconteça, ele precisa, no cenário mais simplório, ser o primeiro e torcer para que Mark Webber chegue, no máximo, em quinto.

Melhor brasileiro do primeiro treino livre, em sétimo, Rubens Barrichello perdeu quatro posições e foi o 11º. Bruno Senna, por sua vez, deixou a lanterninha para Timo Glock, enquanto Lucas di Grassi finalmente pôde estrear em Interlagos com um carro de Fórmula 1 – de manhã, ele foi substituído por Jerome D’Ambrosio. Apareceu em 21º, uma posição melhor que o compatriota da Hispania.

O tempo na zona Sul de São Paulo seguiu quente, com os termômetros marcando 30ºC, que chegaram aos 45ºC no asfalto. Um dos primeiros a sair dos boxes, Di Grassi fez sua declaração à pista logo de cara: “Eu amo Interlagos”, afirmou, no rádio.

Os pilotos optaram por pneus macios e Lewis Hamilton dominou os primeiros minutos da sessão, sendo logo superado pela briga interna da Red Bull. O campeão de 2008 terminou o dia em quarto, ao passo que Jenson Button se estabeleceu em sétimo.

Após destruir o carro em uma batida no Laranjinha no primeiro treino, o russo Vitaly Petrov conseguiu voltar a pista e colocou sua Renault em 15º. Outro piloto do time, Robert Kubica se estabeleceu em sexto.

Agora, as equipes se reunirão para tirar conclusões e fazer acertos, que serão testados no terceiro treino livre, às 11 horas (horário de Brasília). O treino classificatório será às 14 horas.

Confira o resultado do segundo treino livre para o GP do Brasil:

1º Sebastian Vettel (ALE/Red Bull): 1min11s968
2º Mark Webber (AUS/Red Bull): a 0s104
3º Fernando Alonso (ESP/Ferrari): a 0s360
4º Lewis Hamilton (ING/McLaren): a 0s688
5º Felipe Massa (BRA/Ferrari): a 0s709
6º Robert Kubica (POL/Renault): a 0s914
7º Jenson Button (ING/McLaren): a 1s238
8º Nick Heidfeld (ALE/Sauber): a 1s254
9º Nico Rosberg (ALE/Mercedes): a 1s365
10º Michael Schumacher (ALE/Mercedes): a 1s378
11º Rubens Barrichello (BRA/Williams): a 1s552
12º Kamui Kobayashi (JAP/Sauber): a 1s642
13º Nico Hulkenberg (ALE/Williams): a 1s757
14º Adrian Sutil (ALE/Force India): a 1s773
15º Vitaly Petrov (RUS/Renault): a 1s850
16º Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India): a 2s077
17º Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso): a 2s336
18º Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso): a 2s610
19º Jarno Trulli (ITA/Lotus): a 3s016
20º Heikki Kovalainen (FIN/Lotus): a 3s133
21º Lucas di Grassi (BRA/Virgin): a 3s465
22º Bruno Senna (BRA/Hispania): a 4s102
23º Christian Klien (JAP/Hispania): a 4s114
24º Timo Glock (ALE/Virgin): a 4s182

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *