F1: Virgin Racing perde Álvaro Parente

Anunciado recentemente como piloto de testes da Virgin Racing, o português Álvaro Parente não faz mais parte da nova equipe de Fórmula 1.

Em seu blog, Parente acusou seu patrocinador, o Instituto de Turismo de Portugal (ITP), de não ter cumprido acordo pré-estabelecido com a Virgin – o que teria sido a causa de seu desligamento do time inglês.

– O ITP decidiu, por razões que eu ou os meus representantes desconhecemos, não cumprir o acordo a que tinha chegado com a Virgin Racing F1. Tanto os meus representantes, como a Virgin Racing tentaram repetidas vezes contatar o ITP, mas nunca obtiveram qualquer resposta oficial – disse o piloto.

O piloto, que não esteve presente no lançamento do carro da equipe, na última quarta-feira, mostrou-se decepcionado com a situação.

– Este fato vai ter consequências muito graves para o prosseguimento da minha carreira. Tenho o dever de informar todos os meus fãs, assim como todos os adeptos do automobilismo, sobre quais são as razões para este afastamento – acrescentou.

Aos 23 anos, Álvaro foi um dos destaques da temporada 2009 da GP2, terminando o campeonato em oitavo lugar.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *