F1: Voltarei a liderar quando for para valer, diz Raikkonen

Atual campeão da Fórmula 1 e apontado como favorito ao bi, o finlandês Kimi Raikkonen amarga a terceira colocação no Mundial de Pilotos, com 43 pontos, três atrás de Robert Kubica e cinco de desvantagem para Felipe Massa. Apesar da liderança do companheiro de Ferrari, o piloto não mostra abatimento por despencar na classificação e garante que retomará a ponta “quando o campeonato efetivamente valer”.

“Até agora já houve muitos líderes neste ano e ainda temos um caminho muito longo a ser trilhado. Realmente não importa quem esteja liderando o campeonato agora, ou quem chegará à liderança depois. O que contará é o fim da última etapa do ano (no Brasil). Está todo mundo muito próximo na classificação e a definição virá nas últimas etapas. Ficarei feliz se liderar o campeonato quando realmente ele importar algo”, destacou o finlandês, em entrevista ao site Autosport.

A imprensa italiana especula que a seqüência de maus resultados de Hakkonen envolve a sua 17ª vitória na categoria. Desde que atingiu a marca, não conseguiu mais sucesso. E o número é considerado de extrema má sorte no país-sede da Ferrari.

“É claro que mudaremos esse número ainda neste ano, por isso não estou nem um pouco ansioso. Ainda teremos pontos a disputar. E com um carro forte. Estou confiante que posso reverter os fracassos e obter bons resultados novamente”, definiu.

Raikkonen não vence uma etapa desde o Grande Prêmio da Espanha. Desde então já foram disputadas quatro corridas e o mais alto que conseguiu no pódio foi o segundo lugar em segundo lugar na França, após uma nona colocação em Mônaco e um abandono no Canadá. Nada , no entanto, que preocupe o finlandês.

“Não tive nem tempo de cobrar os mecânicos sobre as falhas. Eles fazem o trabalho deles e seguem avaliando o que aconteceu com o carro. Posso afirmar que estou feliz com a temporada feita até aqui. O segredo é se manter consistente. Você precisa, lógico, tentar vencer as corridas, mas manter uma regularidade e marcar pontos em todas as corridas sempre me manterá em uma boa posição”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *