F1: Williams ainda não consegue resolver problema com Kers

A Williams não utilizou o Kers (sistema de recuperação de energia cinética) no GP da Austrália e, segundo o diretor técnico Sam Michael, ainda não sabe quando o fará.

A tradicional escuderia está desenvolvendo uma versão mecânica do mecanismo, ao contrário das eletrônicas construídas por outros times, e ainda não está segura para usá-la.

“O desenvolvimento está progredindo bem e vamos tentar correr com o Kers assim que for possível. Tivemos alguns problemas e estamos trabalhando para resolvê-los. Adoraria poder dizer quando iremos usá-lo, mas posso afirmar que há dez pessoas trabalhando nisso. O Kers é um diferencial e quem não usar não ficará entre os dez primeiros”, disse Michael.

O Kers reutiliza a energia dissipada nas freadas em forma de potência no motor. A cada disparo através de um botão no volante, os propulsores ganham 80 cavalos em um período de seis segundos.

Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *