F1: Zebra na Catalunha. Marussia faz o melhor tempo

O britânico Max Chilton protagonizou nesta terça-feira, no Circuito da Catalunha, em Montmeló, uma das maiores zebras da história recente da F-1, ao fechar em primeiro lugar nos treinos coletivos da categoria.

Para alcançar o surpreendente resultado, Chilton usou pneus supermacios nos minutos finais do treino, marcando o tempo de 1m26s434. Disputando a F-1 desde 2012, o melhor resultado da Marussia na F-1, até hoje, foram dois 12º lugares (Cingapura e Brasil em 2012).

Piloto reserva da Lotus, o francês Charles Pic ficou em segundo. Vencedor das quatro última provas, o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), usando pneus médios e duros, ficou em terceiro.

O finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari), que causou duas das sete paralisações do treino, marcou o quarto tempo.

O brasileiro Felipe Massa (Williams) , avaliando novo componentes para a equipe, ficou em sétimo.

Tempos:

1 – Max Chilton (Marussia MR03-Ferrari) – 1’26″434
2 – Charles Pic (Lotus E22-Renault) – 1’26″661
3 – Lewis Hamilton (Mercedes W05) – 1’26″674
4 – Kimi Raikkonen (Ferrari F14-T) – 1’26″965
5 – Jean-Eric Vergne (Toro Rosso STR9-Ferrari) – 1’27″724
6 – Nico Hulkenberg (Force India VJM07-Mercedes) – 1’27″727
7 – Felipe Massa (Williams FW36-Mercedes) – 1’27″756
8 – Jenson Button (McLaren MP4/29-Mercedes) – 1’28″333
9 – Kamui Kobayashi (Caterham CT05-Renault) – 1’30″101
10 – Sebastien Buemi (Red Bull RB10-Renault) – 1’31″440
11 – Giedo Van der Garde (Sauber C33-Ferrari) – 1’31″783

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *