F3 Alemã: Rafael Suzuki termina em quarto na estréia

Brasileiro larga em oitavo no domingo.

O brasileiro Rafael Suzuki (SVLabs) estreou muito bem no Campeonato Alemão de Fórmula 3. Na primeira etapa disputada neste sábado (26/4), no circuito de Hockenheim, ele quase subiu ao pódio ao receber a bandeirada na quarta posição. “Estou muito contente, não estávamos muito rápidos, mas o bom é que começamos bem. Acho que foi algo muito bom para a equipe”, comentou sobre a Performance Racing, time sueco que também faz sua estréia no certame.

Alinhado na nona posição, Rafael Suzuki deu uma excelente largada e já entrou na primeira curva em quinto. Com um excelente desempenho na volta inicial, o brasileiro fechou a primeira volta já no terceiro posto. “Aqui na Europa tudo se define nas duas primeiras voltas, depois muda pouco, a corrida é rápida”, apontou.

Na oitava passagem o brasileiro abriu caminho para o colombiano Sebastian Saavedra, que não aproveitou bem a sua pole position e depois veio se recuperando muito rápido, para receber a bandeirada em segundo, apenas 0s392 atrás do italiano Matteo Chinosi, o primeiro vencedor da temporada. “O meu carro estava nervoso depois de poucas voltas, saia muito de traseira. Por isso, não dificultei a vida do colombiano, ele estava voador. Fui administrando para trazer o carro de volta”, explicou Suzuki, que correu tranqüilo na quarta posição até a bandeirada de chegada, atrás do belga Frederic Vervisch, atual vice-campeão alemão da categoria, e campeão asiático de 2008.

Neste domingo (27/4) será realizada a segunda etapa da Fórmula 3 alemã, uma das mais importantes e disputadas da atualidade, reunindo 29 pilotos de 14 países, e com cinco marcas diferentes de motores. Rafael Suzuki vai largar da oitava posição, e pretende somar mais pontos. “Nosso carro não está rápido, mas tentarei fazer novamente uma boa largada e ser constante para terminar entre os seis primeiros”, planeja o paulista.

Os dez primeiros na 1ª etapa do Campeonato Alemão de Fórmula 3 foram:
1) Matteo Chinosi/ITA, Dallara F307/Honda, 16 voltas em 26min11s561 (média 167,643 km/h);
2) Sebastian Saavedra/COL, Dallara F307/Mercedes, a 0s392;
3) Frederic Vervisch/BEL, Dallara F307/Opel, a 7s061;
4) Rafael Suzuki/BRA, Dallara F307/Opel, a 12s976;
5) Sergey Chukanov/RUS, Dallara F307/Opel, a 15s753;
6) Federico Leo/ITA, Dallara F307/Honda, a 18s128;
7) David Hauser/LUX, Dallara F307/Mercedes, a 19s026;
8) Kevin Mirocha/ALE, Dallara F307/Opel, a 20s491;
9) Philipp Eng/AUT, Dallara F307/Mercedes, a 22s392;
10) Rahel Frey/SUI, Dallara F307/Volkswagen, a 29s841.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *