F3 Inglesa: Jean-Eric Vergne reassume liderança do campeonato

O francês Jean-Eric Vergne (Carlin) reassumiu a liderança do campeonato, após a quarta rodada tripla, disputada em Hockenheim, na Alemanha. Vergne soma 161 pontos, contra 127 do antigo líder, o inglês Oliver Webb (Fortec).

Prova 1:

No sábado (29/05), Vergne venceu de ponta a ponta a prova de abertura da rodada, com vinte segundos de vantagem sobre o malaio Jazeman Jaafar (Carlin). O ingles Daniel McKenzie (Fortec) completou o pódio.

Com a vitória de Vergne e o oitavo lugar de Webb, o francês reassumiu a liderança do campeonato.

A prova começou apenas depois da terceira tentativa. Segundo no grid, o brasileiro Gabriel Dias (Hitech), com problemas na embreagem, ficou parado duas vezes no grid. Dias teve que largar dos boxes, terminando em 7º. O brasileiro Álvaro Buzaid (Carlin), levou um drive-though por cortar seguidas vezes uma curva, caindo da segunda para a 5ª posição.

“Em Hockenheim, o circuito inteiro tem câmeras e se você escapa do traçado já é penalizado. Mais da metade do grid foi punido, eles não tinham placas suficientes para sinalizar todas as advertências e não entendi nada quando recebi o drive thru, pois não havia recebido todos os avisos obrigatórios.”, disse Buzaid.

O brasileiro Lucas Foresti (Carlin) foi o 13º, depois de levar um drive-though quando vinha na 5ª posição.

“Tem um trecho da pista que para vir tempo a gente precisa passar com as rodas quase na grama. Em uma das voltas eu exagerei um pouco e acabei ultrapassando o limite permitido e fui penalizado”, explicou Foresti.

O brasileiro Felipe Nasr (Raikkonen Robertson) abandonou na 8ª volta.

Com o sorteio entre os pilotos que terminaram da 6ª a 10ª posição, Webb garantiu a pole para a segunda prova.

Final, prova 1:

1 – Jean-Eric Vergne (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 16 voltas em 25’28″768
2 – Jazeman Jaafar (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 19″192
3 – Daniel McKenzie (Dallara-Mercedes) – Fortec – 21″292
4 – James Calado (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 22″092
5 – Adriano Buzaid (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 29″286
6 – Jay Bridger (Dallara-Mercedes) – Litespeed – 30″552
7 – Gabriel Dias (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 31″061
8 – Oliver Webb (Dallara-Mercedes) – Fortec – 38″149
9 – James Cole (Dallara-Mugen) – T Sport – 39″658
10 – William Buller (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 41″433
13 – Lucas Foresti (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 50″204
AB –  Felipe Nasr (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 8 voltas

Volta mais rápida: Jean-Eric Vergne 1’34″568

Prova 2:

A segunda prova, e a mais curta da etapa, também foi disputada no sábado. Dias venceu seguido por Webb e Buzaid. Foi a primeira vitória no geral de Dias (o inglês Alexander Sims venceu a segunda prova da segunda etapa em Silvestone, mas como era piloto convidado, a vitória para efeito de classificação foi creditada a Dias, segundo colocado na prova).

“Não tenho com descrever a alegria dessa vitória. Foi limpa, tranqüila, e mostra, principalmente, o quanto evoluímos e estamos fortes”, celebrou o curitibano de 19 anos.

Na largada Webb manteve a liderança, com Buzaid superando Dias. Na 4ª volta Dias retomou a segunda posição. O piloto da Hitech começou a diminuir a diferença para Webb, conseguindo a ultrapassagem na 9ª volta.

“Tentei passar duas vezes no hairpin mas ele fechou a porta. Foram manobras limpas, dentro do regulamento. Então a estratégia passou a ser o elemento-surpresa. Dei uma pequena distância na reta que antecede esta curva, mergulhei na freada e o peguei desprevenido”, detalhou o piloto, que consolidou a manobra para assumir a liderança na nona volta. “Dali em diante, consegui abrir boa distância e fiz uma corrida tranqüila”, comentou.

Vergne terminou em 5º. Foresti foi o 12º, seguido por Nasr.

Final, prova 2:

1 – Gabriel Dias (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 13 voltas em 20’54″072
2 – Oliver Webb (Dallara-Mercedes) – Fortec – 1″165
3 – Adriano Buzaid (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1″980
4 – Jay Bridger (Dallara-Mercedes) – Litespeed – 3″649
5 – Jean Eric Vergne (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 4″174
6 – James Calado (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 5″679
7 – William Buller (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 6″660
8 – Jazeman Jaafar (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 10″741
9 – Rupert Svendsen-Cook (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 17″679
10 – Carlos Huertas (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 24″060
12 – Lucas Foresti (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 26″181
13 – Felipe Nasr (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 26″930
Volta mais rápida: Gabriel Dias 1’34″695

Prova 3:

No domingo (30/05) Vergne venceu novamente de ponta a ponta, após sair da pole-position. O inglês William Buller (Hitech) foi o 2º com Jaafar completando o pódio.

Buzaid foi o 4º, seguido por Dias. Foresti terminou em 9º, com Nasr abandonando na 10ª volta.

Webb levou um drive-trough, terminando em 11º, e fora da zona de pontos.

A próxima etapa acontece apenas nos dias 17 e 18 de julho no circuito de Rockingham, na Inglaterra.

Final, prova 3:

1 – Jean Eric Vergne (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 25 voltas em 39’58″368
2 – William Buller (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 21″598
3 – Jazeman Jaafar (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 22″195
4 – Adriano Buzaid (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 23″149
5 – Gabriel Dias (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 24″367

6 – James Calado (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 24″850
7 – Daisuke Nakajima (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 25″871
8 – Rupert Svendsen-Cook (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 39″739
9 – Lucas Foresti (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 46″845
10 – Alex Brundle (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 56″514
AB – Felipe Nasr (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 10 voltas
Volta mais rápida: Jean Eric Vergne 1’35″185

Campeonato:

1 – Jean-Eric Vergne, 161 pontos
2 – Oli Webb, 127
3 – James Calado, 88
4 – Gabriel Dias, 83
5 – Adriano Buzaid, 78

6 – Jazeman Jaafar, 61
7- Daisuke Nakajima, 53
8 – William Buller, 48
9 – Rupert Svendsen-Cook, 46
10 – Carlos Huertas, 41

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *