F3 Macau: Felix Rosenqvist é bicampeão do GP de Macau

O sueco Felix Rosenqvist (Prema) venceu a 62ª edição do GP de Macau de F-3, tradicional prova disputada nas estreias ruas do Circuito da Guia. Foi a sua segunda vitória consecutiva na prova.

O atual campeão do FIA F-3 European dominou todas as atividades do final de semana. Marcou a pole-position e venceu prova classificatória, garantindo a pole para a prova principal.

Rosenqvist terminou a prova classificatória em segundo, atrás do italiano Antonio Giovinazzi (Carlin). Contudo Giovinazzi foi punido por um toque no espanhol Daniel Juncadella (Fortec) nas primeiras curvas. A confusão envolveu vários carros, e provocou uma sucessão de batidas. Com os 20 segundos de punição, Giovinazzi caiu para a décima posição. 

Na largada, Rosenqvist manteve a ponta, mas na curva Lisboa, o monegasco Charles Leclerc (Van Amersfoort), por fora, fez uma grande manobra, e assumiu a liderança. Na segunda volta, Leclerc cometeu um erro, sendo ultrapassado por Rosenqvist. Novamente na Lisboa, Lecherc reassumiu a liderança.

Um múltiplo acidente, envolvendo quatro carros, espalhou pedaços de carros na pista. E provocou a bandeira amarela. Na relargada, Leclerc liderava, mas na Lisboa, o monegasco foi superado por Rosenqvist e o britânico Sam McLeod (West Tec).

Nas voltas seguintes, Rosenqvist abriu uma pequena vantagem. Na sétima volta, quando Leclerc superou McLeod, em outra manobra por fora na Lisboa, o sueco tinha 2,5 segundos de vantagem. Na volta seguinte, McLeod acertou o muro, e abandonou.

Leclerc ainda diminuiu a diferença na voltas finais, mas sem ameaçar Rosenqvist. Que venceu com 1s1 de vantagem. O britânico Alexander Sims (Double R) terminou em terceiro, repetindo o pódio da prova classificatória.

Giovinazzi terminou em quarto, seguido pelo alemão Markus Pommer (Motopark) e o norte-americano Santino Ferrucci (Mucke).

Único brasileiro na prova, Sergio Sette Câmara (Motopark) fez uma boa apresentação em Macau. Na prova classificatória terminou em sexto. Na principal o piloto teve problemas, caiu para as últimas posições. Mas marcou a melhor volta da prova. 

Final, prova 1:

1 – Felix Rosenqvist – (Dallara-Mercedes) – Prema – 10 voltas em 24’52”619

2 – Charles Leclerc (Dallara-VW) – Van Amersfoort – 0”503

3 – Alexander Sims (Dallara-Mercedes) – Double R –2”701

4 – Sam McLeod (Dallara-Mercedes) – West Tec – 8”399

5 – Markus Pommer (Dallara-VW) – Motopark – 9”412

6 – Sergio Camara (Dallara-VW) – Motopark – 13”993

7 – Santino Ferrucci (Dallara-Mercedes) – Mucke – 15”538

8 – Alessio Lorandi (Dallara-VW) – Van Amersfoort – 16”627

9 – Arjun Maini (Dallara-Tomei) – T-Sport – 17”360

10 – Antonio Giovinazzi (Dallara-VW) – Carlin – 17”871

11 – Jake Dennis (Dallara-Mercedes) – Prema – 18”131

12 – Dorian Boccolacci (Dallara-VW) – Signature – 20”682

13 – Lance Stroll (Dallara-Mercedes) – Prema – 21”872

14 – Martin Cao (Dallara-Mercedes) – Fortec – 25”606

15 – Kenta Yamashita (Dallara-Toyota) – Tom’s – 26”323

16 – Yuhi Sekiguchi (Dallara-Toyota) – Bmax – 29”468

17 – Nick Cassidy (Dallara-Toyota) – Tom’s – 29”931

18 – Chang Chung (Dallara-Mercedes) – Fortec – 36”386

19 – Gustavo Menezes (Dallara-VW) – Carlin – 41”342

20 – Yu Kanamaru (Dallara-VW) – Carlin – 1’31”509

21 – Matthew Solomon (Dallara-Mercedes) – Double R – 1’41”666

22 – Mikkel Jensen (Dallara-Mercedes) – Mucke – 2’00”925

Volta mais rápida;  Felix Rosenqvist 2’10”330

Abnadonos:

Mitsunori Takaboshi (Dallara-Toyota) – B-Max – 6 voltas

Li Cong (Dallara-Mercedes) – Zeller – 3

Calum Ilott (Dallara-VW) – Carlin – 1 

Ryan Tveter (Dallara-Mercedes) – West Tec – 1

Alexander Albon (Dallara-VW) – Signature – 1

Daniel Juncadella (Dallara-Mercedes) – Fortec – 1

Final, prova 2:

1 – Felix Rosenqvist – (Dallara-Mercedes) – Prema – 15 voltas em 36”25”280

2 – Charles Leclerc (Dallara-VW) – Van Amersfoort – 1”168

3 – Alexander Sims (Dallara-Mercedes) – Double R – 5”075

4 – Antonio Giovinazzi (Dallara-VW) – Carlin – 5”948

5 – Markus Pommer (Dallara-VW) – Motopark – 11”703

6 – Santino Ferrucci (Dallara-Mercedes) – Mucke – 16”863

7 – Alessio Lorandi (Dallara-VW) – Van Amersfoort – 18”775

8 – Lance Stroll (Dallara-Mercedes) – Prema – 22”546

9 – Jake Dennis (Dallara-Mercedes) – Prema – 24”355

10 – Arjun Maini (Dallara-Tomei) – T-Sport – 24”863

11 – Dorian Boccolacci (Dallara-VW) – Signature – 28”259

12 – Nick Cassidy (Dallara-Toyota) – Tom’s – 28”871

13 – Alexander Albon (Dallara-VW) – Signature – 30”255

14 – Chang Chung (Dallara-Mercedes) – Fortec – 32”791

15 – Kenta Yamashita (Dallara-Toyota) – Tom’s – 33”546

16 – Yuhi Sekiguchi (Dallara-Toyota) – Bmax – 34”154

17 – Martin Cao (Dallara-Mercedes) – Fortec – 47”075

18 – Matthew Solomon (Dallara-Mercedes) – Double R – 47”369

19 – Mikkel Jensen (Dallara-Mercedes) – Mucke – 49”240

20 – Sam McLeod (Dallara-Mercedes) – West Tec – 57”064

21 – Li Zhi Cong (Dallara-Mercedes) – Zeller – 1’16”973

22 – Sergio Camara (Dallara-VW) – Motopark – 2’00”679

Volta mais rápida: Sergio Camara 2’10”186

Abandonos:

Calum Ilott (Dallara-VW) – Carlin – 9 voltas

Yu Kanamaru (Dallara-VW) – Carlin – 8 

Ryan Tveter (Dallara-Mercedes) – West Tec – 1 volta

Mitsunori Takaboshi (Dallara-Toyota) – B-Max – 1

Gustavo Menezes (Dallara-VW) – Carlin – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *