F3 Sulamericana: Em Brasília, Douglas Hiar enfrentou o final de semana mais difícil na categoria

Equipe Comtec Motorsport vai trabalhar duro para resolver problemas do carro antes da próxima etapa, na Argentina.

A rodada da Fórmula 3 Sul-Americana em Brasília (DF) no último final de semana, quando foram disputadas a sétima e oitava etapas do campeonato 2007, foi a mais complicada até o momento para o piloto Douglas Hiar (Tx Wear/RG 518/BSN), que faz sua temporada de estréia nos monopostos. Sem encontrar o acerto ideal para o seu Dallara/Berta no traçado do Autódromo Nelson Piquet, Douglas conseguiu um 11º e um 13º lugares nas tomadas de tempo. Nas corridas, finalizou a primeira prova em décimo e na segunda não pôde nem alinhar para a largada por conta da quebra do semi-eixo do seu carro. “Foi um final de semana para esquecer”, lamentou Hiar. “Eu e a equipe tentamos vários acertos do carro, mas em nenhum momento conseguimos um resultado satisfatório na pista. No domingo ainda tivemos a quebra do semi-eixo no momento em que eu estava aquecendo freios, pneus e embreagem para a largada”, comentou.

Para o chefe da Comtec Motorsport, Ricardo Colombo, o problema em Brasília ainda é efeito do forte acidente sofrido por Douglas na etapa de Tarumã (RS), em abril, quando o piloto bateu na barreira de pneus a mais de 200 km/h. “Depois do acidente em Tarumã o carro teve de ser completamente desmontado para ser reparado. Por conta disso ainda devemos ter algum problema na geometria do chassi que nos impede de encontrar um bom acerto”, explicou Colombo. “Em Brasília esse problema ficou mais evidente, já que é uma pista muito longa e, se você perder dois décimos três ou quatro curvas, no final da volta já está com mais de um segundo de desvantagem”, exemplificou se referindo ao circuito que tem mais de cinco quilômetros de extensão e é o mais longo da temporada da Fórmula 3 Sul-Americana. “Já a quebra do semi-eixo foi algo normal de corrida, que não se pode prever até porque era uma peça nova”, completou.

“Na próxima semana vamos desmontar o carro todo novamente e trabalhar no alinhamento dele. Depois disso, no caminho para a Argentina, devemos parar em Curitiba para fazer um shakedown e seguir para Córdoba. Só estamos esperando a liberação da Codasur”, contou Ricardo Colombo. As provas disputadas em Brasília foram vencidas por Clemente Júnior, que é o líder da temporada 2007 da Fórmula 3 Sul-Americana com 56 pontos marcados. A próxima etapa do campeonato será nos dias 29 e 30 de junho e 1º de julho na cidade de Córdoba, na Argentina.

Foto: Fábio Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *