F3 Sulamericana: Henrique Lambert estréia em Curitiba

Piloto carioca compete pela primeira vez num dos autódromos mais importantes do país.

A última rodada dupla da Fórmula 3 Sul-americana tem como principal atrativo a decisão da terceira colocação no campeonato. Três pilotos estão separados por apenas 10 pontos. O carioca Henrique Lambert (Titans Group/Oi FM), atualmente o quarto colocado, tem o desafio extra de competir pela primeira vez no Autódromo Internacional de Curitiba. A 17ª e 18ª etapas acontecem neste fim de semana (20-22/11), na pista paranaense.

“Vai ser difícil, mas estou otimista. Nas pistas que eu não conhecia como Santa Cruz, Buenos Aires e Piriápolis, eu consegui bons resultados”, lembra Henrique Lambert, que subiu ao pódio pelo menos uma vez nas corridas disputadas naqueles circuitos. Lambert entrou na competição na terceira rodada dupla, no Rio de Janeiro. As duas únicas pistas que ele conhecia eram justamente a de sua terra natal e Interlagos, na qual se sagrou campeão da Fórmula São Paulo no ano passado.

Os bons resultados alcançados em sua primeira temporada completa na categoria mais rápida do continente aliados ao desempenho destacado em suas estréias faz com que o titular da Razia Sports fique mais confiante para as corridas em Curitiba. “Não vai ser fácil, mas isto me deixa tranqüilo. Principalmente depois de já ter feito pole e vencido pela primeira vez. Sei que estou competitivo”, completa. Lambert cravou duas pole position em Interlagos, na preliminar da Fórmula 1 e venceu em Campo Grande (MS), na rodada passada.

Mesmo sem nunca ter andado no traçado de 3.695 metros, o piloto do Titans Group/Oi FM já sabe em quais partes da pista precisa ir bem para fazer a diferença nas corridas. “Quero me focar nas curvas de alta, como o ‘S’ e o curvão de entrada para a reta. É onde se ganha mais tempo”, finaliza.

Veja a pontuação da Fórmula 3 Sul-americana após 16 etapas disputadas:
1) Leonardo Cordeiro (Cesário Fórmula), 114 pontos;
2) Cláudio Cantelli (Bassan Motorsport), 88;
3) Lucas Foresti (Cesário Fórmula), 71;
4) Henrique Lambert (Razia Sports), 65;
5) Yann Cunha (Razia Sports), 61;
6) Lu Boesel (Dragão Motorsport), 42;
7) Nilton Molina (PropCar Racing), 40;
8) Igor Veras (PropCar Racing), 39;
9) Leonardo de Souza (Kemba Racing), 30;
10) Fernando Galera (Bassan Motorsport), 23;
11) Henrique Martins (Cesário Junior), 16;
12) Vitor Guerin (Dragão Motorsport), 13;
13) Bruno Andrade (MX Racing), 10;
14) Raphael Abbate (Cesário Junior), 9;
15) Lucílio Baumer (Baumer Racing), 2 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *