F3 Sulamericana: Rodada dupla leva jovens talentos ao Paraná

Rede Vida às 13h30 e ESPN Brasil às 17h00 exibirão as emoções da categoria que revela pilotos para o exterior neste final de semana.

Maior categoria continental de monopostos, a Fórmula 3 Sul-americana chega até a cidade de Pinhais, no Paraná, onde serão realizadas neste final de semana (26 e 27 de maio) a quinta e sexta etapas no Autódromo Internacional de Curitiba. Para muitos pilotos o ritmo ainda é de desenvolvimento, enquanto que para outros a briga já é por pontos decisivos na competição. “Nossa equipe foi muito competente e resolvemos muitos problemas que nos afetaram no início da competição, e agora iremos partir para cima dos adversários, buscando o máximo de pontos possíveis”, declarou o paulista Felipe Ferreira (Webmotors/CVC/Center Cargo/Hip Telecom/Puma), da Bassan Motorsport, sexto colocado no certame sul-americano. A prova de domingo será transmitida pela Rede Vida de TV às 13h30 e ESPN Brasil às 17h00.

Mesmo em sua primeira temporada na Fórmula 3 e apenas em sua segunda no automobilismo, Felipe Ferreira tem bons motivos para se animar na rodada paranaense. Em termos de retrospecto, o melhor resultado da Bassan Motorsport em Curitiba com o vice-campeão Mario Morais em 2006 foi um segundo lugar, apenas atrás do campeão Luiz Razia. “O time está muito bem preparado para este ano, assim como esteve em 2006 com o Marinho (Morais). O desempenho esteve bom desde o início, quando terminei em terceiro na primeira rodada, em Interlagos, e em segundo em Tarumã. Em Curitiba quero manter o desempenho da Bassan e, se possível, vencer para encostar nos líderes da tabela”, planejou Felipe, que foi o piloto mais rápido no último confronto da categoria, em treinos no circuito de Interlagos.

Outro ponto a ser comemorado pelo piloto da Bassan é que os problemas encontrados no início da competição foram solucionados. “Os problemas de embreagem e câmbio que tivemos nas quatro primeiras provas do campeonato, agora estão resolvidos, e acho que poderemos manter um ritmo constante na frente”, revelou o representante da Webmotors, CVC, Center Cargo, Hip Telecom e Puma. “O bom é que fomos treinar em Interlagos só para sanar este defeito, e acabei sendo o mais rápido entre os nove pilotos que foram à pista”, comemorou.

Na matemática do campeonato, Ferreira acredita que todos os pontos serão decisivos para uma recuperação, já que ele deixou de pontuar em São Paulo na abertura da temporada. “Aqueles pontos do terceiro lugar que me tiraram em Interlagos poderão fazer falta no final, e irei correr atrás para que isso não aconteça”, finalizou. Felipe Ferreira (Bassan) tem 11 pontos e se situa em sexto no certame, uma posição que não traduz fielmente a realidade, já que o paulista andou sempre entre os quatro mais rápidos em todas as etapas. O atual líder do campeonato é o mineiro Clemente Faria Júnior (Cesário), com 28 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *