F4 Sudam : Felipe Ortiz vence primeira prova em El Pinar

Piloto brasileiro não tem muito trabalho para ganhar pela segunda vez e amplia a liderança no campeonato

Assim como na prova final da primeira etapa, Felipe Ortiz repetiu a dose e ganhou mais uma corrida na F4 Sul-americana (Sudam), desta vez neste sábado em prova válida pela segunda rodada dupla da categoria, realizada no autódromo Victor Borrat Fabini, na cidade de El Pinar, no Uruguai. Largando da pole, o paulista manteve a ponta durante toda a corrida e se defendeu dos ataques dos compatriotas Bruno Baptista e Enzo Bortoleto, que completaram o segundo pódio brasileiro na temporada. O resultado deixou Ortiz ainda mais tranquilo na liderança da competição, com 66 pontos.

“Estou muito feliz com esta vitória. Liderar o campeonato e ganhar duas provas consecutivas, em meu ano de estreia no automobilismo, é fantástico. O circuito de El Pinar é mais difícil do que o de Mercedes e quem se adaptar mais rápido terá vantagens. Por isso, conseguimos a vitória”, afirmou o piloto, que larga da sexta posição para a prova final. “Para amanhã, a corrida será mais dura, pois estamos com os pneus desgastados e ainda largo do meio do pelotão. Superar meus adversários será um fator a mais de dificuldades. Porém, o objetivo é partir para cima e buscar outro pódio”.

Novamente em segundo, Bruno Baptista bem que tentou, mas não conseguiu ultrapassar Ortiz. “Larguei bem e estava rápido. Tentei de todas as maneiras pressionar o Felipe, mas ele não errou em nenhum momento e ficou difícil ganhar a posição. No final, estava embutido na traseira do carro dele, mas optei por tirar um pouco o pé e garantir a posição. De qualquer forma, gostei do nosso desempenho. Para domingo, acredito que a corrida será decidida no início. Estamos todos com equipamentos desgastados. Quem souber administrar a situação, levará a melhor”, disse o piloto.

Em terceiro, Bortoleto ganhou a posição de Baptista após a largada, mas foi ultrapassado na segunda metade da corrida. “Acho que foi um bom resultado, tendo em vista as circunstâncias da prova. Fui para segundo e quase pulei para a liderança na primeira volta, mas o Felipe conseguiu manter a ponta. Estava bem até a metade da corrida, mas perdi rendimento e o Bruno me passou. Agora vamos entender o que aconteceu para melhorar para a prova de amanhã”, explicou.

Treino livre e grid de largada

No segundo treino livre do fim de semana, realizado no período da manhã e com a pista mais fria, o argentino Mauro Marino foi o primeiro a registrar a melhor marca. Com o passar do tempo, Casella, Balbi, Bortoleto e Baptista se revezaram na liderança da sessão. Porém, a briga pela ponta até os últimos minutos ficou mesmo entre Casella e Baptista, que levou a melhor sobre o novato uruguaio e estabeleceu o melhor tempo em 1min00s215.

Na classificação, tudo mudou. Melhor adaptado ao traçado, foi a vez de Felipe Ortiz brilhar nos ensaios. O brasileiro, que enfrentou alguns problemas nos treinos livres, dominou a sessão e cravou a pole em 59s549, seguido de perto pelos compatriotas Enzo Bortoleto e Bruno Baptista. Casella, Balbi, Marino e Diego Muraglia completaram o grid. Nicolás Muraglia não participou da classificação devido a um acidente no treino livre.

Resultado da primeira corrida em El Pinar:
1) Felipe Ortiz (BRA) – 22 voltas – 22min07s006
2) Bruno Baptista (BRA) – a 0s669
3) Enzo Bortoleto (BRA) – a 2s111
4) Juan Manuel Casella (URU) – 4s093
5) Frederick Balbi (URU) – 12s943
6) Mauro Marino (ARG) – 18s168
7) Nicolás Muraglia (URU) – 22s980
8) Diego Muraglia (URU) – 53s660

Grid de largada para a segunda corrida:
1) Mauro Marino (ARG)
2) Frederick Balbi (URU)
3) Juan Manuel Casella (URU)
4) Enzo Bortoleto (BRA)
5) Bruno Baptista (BRA)
6) Felipe Ortiz (BRA)
7) Nicolás Muraglia (URU)
8) Diego Muraglia (URU)

Classificação do campeonato:
1) Felipe Ortiz (BRA) – 66 pontos
2) Bruno Baptista (BRA) – 55 pontos
3) Frederick Balbi (URU) – 44 pontos
4) Enzo Bortoleto (BRA) – 41 pontos
5) Federico Ensslin (URU) – 24 pontos
6) Mauro Marino (ARG) – 16 pontos
7) Alessandro Salerno (ARG) – 14 pontos
8) Francisco Cammarota (URU) – 14 pontos
9) Juan Manuel Casella – 13 pontos
10) Nicolás Muraglia (URU) – 6 pontos
11) Diego Muraglia (URU) – 4 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *