F4 Sul-americana: Pedro Cardoso vence pela sexta vez e dispara na liderança em Cascavel

Brasiliense faz prova segura e chega a 233 pontos no campeonato. Argentino Baltazar Leguizamón e peruano Rodrigo Pflucker completam o pódio

A sétima etapa da temporada da F4 Sul-americana foi disputada neste sábado (7) sob forte calor no Autódromo Internacional de Cascavel (PR). E numa prova desgastante, tanto para pilotos quanto para o equipamento, o brasiliense Pedro Cardoso foi soberano e venceu a primeira corrida da rodada dupla do fim de semana. Com o resultado, Cardoso disparou na liderança do campeonato com 233 pontos. O argentino Baltazar Leguizamón e o peruano Rodrigo Pflucker completaram o pódio. O uruguaio Juan Manuel Casella enfrentou problemas com a roda traseira e abandonou a disputa. 

Largando da segunda posição, Cardoso apostava no bom ritmo de seu carro para disputar a ponta da prova com Casella. Partiu bem e se manteve atrás do uruguaio nas primeiras provas, esperando o momento certo para realizar a ultrapassagem. Em manobra decisiva e que definiu a corrida, o brasiliense assumiu a ponta e abriu vantagem, sustentando a liderança até a bandeirada. Casella ficou para trás e abandonou após disputar posições com Leguizamón e Pflucker.

Nos momentos finais da prova, o argentino e o peruano disputaram acirradamente o segundo posto, mas Leguizamón, demonstrando muita maturidade em sua terceira etapa na F4 Sul-americana, garantiu a segunda posição. Foi o terceiro pódio do piloto em seis corridas. Pflucker, campeão da Copa Argentina, ficou contente com o terceiro degrau do pódio, mas também demonstrou um pouco de frustração porque sabia que tinha carro para terminar mais à frente. A catarinense Bruna Tomaselli cruzou em quarto, à frente do brasiliense Pedro Caland. A segunda corrida tem largada prevista para domingo, às 10h15 (horário de Brasília).

Pedro Cardoso: “Estou muito feliz, principalmente pelo desempenho do carro durante toda a corrida. Larguei bem e fiquei esperando o momento certo para assumir a ponta e deu certo. Depois, apertei um pouco o ritmo para abrir uma vantagem boa e mantive o carro na pista até a bandeirada. Foram 25 pontos muito importantes para o campeonato”.

Baltazar Leguizamón: “A corrida foi muito divertida e tive uma disputa boa com o Rodrigo o tempo todo. Estou feliz com mais um pódio em pouco tempo na categoria e vamos trabalhar para tentar a primeira vitória amanhã”.

Rodrigo Pflucker: “Nunca participei de uma corrida debaixo de muito sol. Estava muito quente e foi difícil manter o carro até o final. De uma certa forma o resultado foi bom porque conquistamos mais um pódio, mas acho que poderia brigar mais à frente. Amanhã tem outra prova e estamos na disputa”.

Resultado da primeira corrida:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 19 voltas em 21min33s708

2) Baltazar Leguizamón (ARG) – a 5s960

3) Rodrigo Pflucker (PER) – a 6s449

4) Bruna Tomaselli (BRA) – a 9s742

5) Lorenzo Mauriziano (CHI) – a 23s152

6) Pedro Caland (BRA) – a 23s232

7) Leandro Guedes (BRA) – a 30s440

8) André Pedralli (BRA) – a 30s686

9) Daniel Duarte (BRA) – 50s882

10) Juan Manuel Casella (URU) – 14 voltas

Resultado da Copa Brasil:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 25 pontos

2) Baltazar Leguizamón (ARG) – 18 pontos

3) Rodrigo Pflucker (PER) – 15 pontos

4) Bruna Tomaselli (BRA) – 12 pontos

5) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 10 pontos

6) Pedro Caland (BRA) – 8 pontos

7) Leandro Guedes (BRA) – 6 pontos

8) André Pedralli (BRA) – 4 pontos

9) Daniel Duarte (BRA) – 2 pontos

10) Juan Manuel Casella (URU) – 1 ponto

Classificação do campeonato:

1) Pedro Cardoso (BRA) – 233 pontos

2) Rodrigo Pflucker (PER) – 177 pontos

3) Juan Manuel Casella (URU) – 177 pontos

4) Pedro Caland (BRA) – 165 pontos

5) Leandro Guedes (BRA) – 112 pontos

6) Federico Iribarne (ARG) – 91 pontos

7) Baltazar Leguizamón (ARG) – 77 pontos

8) Bruna Tomaselli (BRA) – 62 pontos

9) Diego Muraglia (URU) – 55 pontos

10) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 49 pontos

11) Francisco Cammarota (URU) – 45 pontos

12) Agustín Lima Capitao (ARG) – 42 pontos

13) Juan Cruz Acosta (ARG) – 33 pontos 

14) Nicolás Muraglia (URU) – 30 pontos

15) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – 27 pontos

16) Daniel Duarte (BRA) – 20 pontos

17) Jorge Matos (EQU) – 6 pontos

18) André Pedralli (BRA) – 4 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *