FE: Lucas di Grassi vence no México. Mas é desclassificado

Lucas di Grassi (ABT Schaeffler Audi FE01) venceu neste sábado (13/03), o Mexico City ePrix, no Autódromo Hermanos Rodríguez, quinta etapa da temporada. O belga Jerome d’Ambrosio (Dragon Venturi VM-200-F1-01) e o suíço Sebastien Buemi (Renault e.Dams ZE.15) completaram o pódio.

Em uma prova muito disputada, di Grassi assumiu a ponta logo após a parada nos pits, para a troca de carro. Usando o FanBoost, o brasileiro superou o então líder, o belga Jerome d’Ambrosio (Dragon Venturi VM-200-F1-01). Nas voltas finais, di Grassi abriu uma confortável vantagem.

Nas voltas finais d’Ambrosio e Sebastien Buemi (Renault e.Dams ZE.15) fizeram uma intensa disputa pela segunda posição. Com direito a toques e saídas de pista entre os dois ex-pilotos de F-1. Pole-position, d’Ambrosio garantiu o segundo lugar, seguido por Buemi.

O francês Loic Duval (Dragon Venturi VM-200-F1-01) terminou em quarto, seguido pelo compatriota Nicolas Prost FRA Renault e.Dams ZE.15) e o holandês Robin Frijns  (Andretti SRT01-e).

O britânico Sam Bird (DS Virgin DSV-01), os alemães Daniel Abt (ABT Schaeffler Audi FE01) e Nick Heidfeld (Mahindra M2ELECTRO) e o frances Stephane Sarrazin (Venturi VM200-FE-01) fecharam a zona de pontos.

Entre os demais brasileiros, Bruno Senna (Mahindra M2ELECTRO) terminou na 11ª  e Nelson Piquet Jr (NEXTEV TCR FE 001) na 14ª. Ambos alinharam nas duas últimas posições, depois de baterem nos treinos.

Di Grassi desclassificado

Após a prova, o carro de Di Grassi foi desclassificado na vistoria técnica. O Abt Schaeffler FE01 usado pelo brasileiro na primeira parte da prova, estava 1,8 quilo abaixo de peso mínimo. Com isso, Di Grassi perdeu a vitória, que passou para D’Ambrosio. Com Buemi em segundo.

Com Duval, que terminou em quarto, foi punido com 15 segundos de punição. Por exceder os limites da pista.

Com Prost ganhando mais uma posição, passando para terceiro.

No resultado oficial, Duval acabou mantendo o quarto lugar, seguido por Frijns e Bird. Abt, Heidfeld, Sarrazin e Senna fecharam a zona de pontos.

D’Ambrosio perdeu os dois pontos da melhor volta. Por ter cortado a chicane.
   
Buemi lidera o campeonato com 98 pontos, seguido por di Grassi com 76.

A próxima etapa acontece em Long Beach, nos EUA, no dia 02 de abril.

Final:

1    Jerome d’Ambrosio Dragon Venturi/- 43 voltas em    48m28.409s    –
2    Sebastien Buemi    e.dams Renault/- a 0.106s
3    Nicolas Prost e.dams Renault/- a 25.537s
4    Loic Duval Dragon Venturi/- a 26.358s*
5    Robin Frijns Andretti Spark/-    a 28.477s
6    Sam Bird Virgin    Virgin/- a 28.928s
7    Daniel Abt Abt    ABT Schaeffler/- a 30.051s
8    Nick Heidfeld    Mahindra Mahindra/- a 36.373s
9    Stephane Sarrazin Venturi Venturi/- a 37.291s
10    Bruno Senna Mahindra Mahindra/- a 37.603s
11    Oliver Turvey China NEXTEV TCR/- a 38.598s
12    Mike Conway Venturi Venturi/- a 38.790s
13    Nelson Piquet Jr. China    NEXTEV TCR/- a 42.351s
14    Simona de Silvestro Andretti Spark/- a 43.971s
15    Salvador Duran    Aguri Spark/-    a 1m03.082s
16    Jean-Eric Vergne Virgin    Virgin/- a 1 volta

Abandono:

Antonio Felix da Costa    Aguri    Spark/-    32 voltas

Desclassificado:

–    Lucas di Grassi    Abt ABT Schaeffler/- 48m22.993s**    
*15 segundos de punição
** Excluído por carro abaixo do peso

Campeonato:

1    Sebastien Buemi    98
2    Lucas di Grassi    76
3    Sam Bird 60
4    Jerome d’Ambrosio 58
5    Loic Duval    44
6    Nicolas Prost 38
7    Robin Frijns 31
8    Stephane Sarrazin 30
9    Nick Heidfeld 27
10    Antonio Felix da Costa    16
11    Daniel Abt 16
12    Bruno Senna 12
13    Oliver Turvey    10
14    Jean-Eric Vergne 6
15    Nelson Piquet Jr. 4
16    Nathanael Berthon 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *