FIA GT: Dupla Enrique Bernoldi/ Roberto Streit vence em Paul Ricard

A dupla brasileira Enrique Bernoldi/ Roberto Streit, num Corvette Z06 do Sangari Team Brazil, venceu neste domingo (04/10), em Paul Ricard, na França, a 7ª etapa da temporada. Foi a primeira vitória da dupla e da equipe na categoria. A dupla Miguel Ramos/ Alex Muller, num Maserati MC12 da Vitaphone, terminou em 2º, seguida pela dupla James Ruffier/ Bert Longin, num Corvette Z06 da Selleslagh Racing Team.

Bernoldi marcou a pole-position, mas foi punido devido a um incidente com outro carro no treino de sexta-feira, com a dupla caindo para a 6ª posição do grid. Logo nas primeiras voltas Bernoldi ganhou quatro posições, alcançando o líder Muller na 9ª volta. Três voltas depois o brasileiro assumiu a liderança, abrindo quatro segundos de vantagem até entrar nos boxes e passar a condução do carro para Streit, na 17ª volta. Streit voltou na 6ª posição, mantendo o forte ritmo.

“Foi uma boa briga com o Muller e fiquei especialmente feliz por conseguir ultrapassá-lo, pois ele estava rápido na pista”, declarou Bernoldi. “Devido à punição que sofremos e a conseqüente perda de cinco posições no grid de largada, eu fiz o máximo para entregar o carro para o Roberto na melhor posição possível. Felizmente, quando trocamos o turno de pilotagem eu já estava em primeiro”, concluiu o experiente piloto, com passagens pela F-1, IndyCar.  

Com a parada de Muller nos boxes, na 25ª volta, Streit reassumiu a liderança, colocando doze segundos de vantagem sobre o português Ramos. Na 36ª volta Streit entrou nos boxes, com Bernoldi voltando à condução do Corvette na 6ª posição.

“Como íamos fazer mais uma troca de pneus, precisávamos de uma boa vantagem – por volta de 14 ou 15 segundos – para conseguirmos manter a liderança quando voltássemos à pista. Então, era importante manter um ritmo forte e constante, que era a nossa única chance de garantir essa vitória”, disse Streit, que disputou por vários anos o automobilismo japonês.

Líder provisório, Ramos parou nos pits na 41ª volta, passando o carro para o parceiro alemão. O belga Longin assumiu a liderança por três voltas, até parar nos boxes passando o carro para o francês Ruffier.

Bernoldi voltou à ponta, com confortáveis vinte segundos de vantagem sobre Muller. Ao final das duas horas de prova, Bernoldi recebeu a bandeirada quinze segundos a frente de Muller.

“Tínhamos uma boa vantagem e tentei não forçar muito o carro para evitar qualquer problema e garantir nossa primeira vitória, o que, felizmente, aconteceu”, comemorou Enrique, que também marcou a melhor volta, 2m02s659.

Ruffier fechou os três primeiros, beneficiado por um pit stop não programado da dupla Alessandro Pier Guidi/ Matteo Bobbi, num Maserati MC12 da Vitaphone, no final da prova.

Com o quinto lugar a dupla Michael Bartels/ Andrea Bertolini, num Maserati MC12 da Vitaphone, assumiu a liderança isolada do campeonato na Classe GT1, com 49 pontos.

Após terem problemas no motor do Corvette Z06 da Pekka, a dupla Mike Hezemans/ Anthony Kumpen, abandonou na 40ª volta. Sem marcar pontos, a dupla caiu para a vice-liderança da Classe GT1 com 45 pontos. Em 7º lugar, Bernoldi/ Streit, somam 21 pontos.

Pela Classe GT2 vitória da dupla Gianmaria Bruni/ Toni Vilander, numa Ferrari 430 da AF Corse. A dupla lidera o campeonato na classe com 49 pontos.

A última etapa acontece no dia 25 de outubro, em Zolder, na Bélgica. 

Final:

1. GT1 Bernoldi, Streit Corvette Z06 57  em 2h00m27s312   
2. GT1 Muller, Ramos Maserati MC 12 a15.512
3. GT1 Ruffier, Longin Corvette Z06 a 16.820
4. GT1 Biagi, Maassen Corvette Z06 a 25.620
5. GT1 Bertolini, Bartels Maserati MC 12 a 55.004
6. GT1 Pier Guidi, Bobbi Maserati MC 12 a 1:08.092
7. GT1 Panis, Barde Ferrari 550 Maranello a 2 voltas
8. GT1 Moser, Mutsch Ford GT a 2 voltas 
9. GT2 Bruni, Vilander Ferrari F430 a 2 voltas
10. GT2 Collard, Westbrook     Porsche 911 GT3 RS a 2 voltas
11. GT2 Cadei, Barba Lopez Ferrari F430 a 2 voltas 
12. GT2 Russo, Perez Companc Ferrari F430 a 2 voltas 
13. GT2 Mullen, Niarchos Ferrari F430 a 2 voltas
14. GT1 Leinders, Kuppens Ford GT a 2 voltas
15. GT2 Ragginger, Lucchini Porsche 911 GT3 RS a 3 voltas
16. GT2 Malucelli, Ruberti Ferrari F430 a 3 voltas 
17. GT2 Bell, Kirkaldy Ferrari F430 a 3 voltas 
18. GT2 Maassen, Ashburn Porsche 911 GT3 RS a 3 voltas
19. GT2 O’Young, Holzer Porsche 911 GT3 RS a 4 voltas

Abandonos:

20. GT2 Romanini, Bonaldi Ferrari F430 45 voltas 
21. GT1 Hezemans, Kumpen Corvette Z06 40 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *