FIA GT Series: Sébastien Loeb/Álvaro Parente vencem as duas provas em Navarra

A dupla formada pelo francês Sébastien Loeb e o português Álvaro Parente (McLaren MP4-12C/Loeb) venceu neste domingo (29/09), as duas provas disputadas no circuito de Navarra, na Espanha, válidas pela quinta etapa da temporada.

Prova de classificação:

Devido à chuva, a largada para a prova foi atrasada em dez minutos. A maioria das equipes preferiu colocar pneus de chuva. O pole-position Stefan Rosina (Lamborghini LP560/Reiter) e o terceiro no grid, Oliver Jarvis (Lamborghini LP560/ Reiter) preferiram os pneus slicks. A decisão se mostrou errada, com os carros sendo dez segundos mais lentos por volta.

Na largada, Parente pulou da quarta para a primeira posição, abrindo uma confortável vantagem até a parada obrigatória nos boxes. Mesmo com um atraso ao fechar uma porta, Loeb manteve a ponta no retorno a pista, para levar o McLaren da Classe Pro Cup a terceira vitória no ano, em prova classificatória.

A dupla Frank Stippler/Edwards Sandstrom (Audi R8/WRT) terminou em segundo, seguida pela dupla Gerhard Tweraser/Hari Proczyk (Lamborghini LP560/Grasser), que venceu na Pro Am.

As dupla Michele Rugolo/Claudio Sdanewitsch (Ferrari 458/AF Corse) venceu na Gentlemen Trophy. No geral foram oitavo.

O melhor brasileiro na prova foi Matheus Stumpf (Ford GT/Rodrive), em dupla com o português Patrick Cunha. Terminou em 9ª no geral, e 4ª  na Pro Am.

Após largarem do pit lane (a ECU teve que ser consertada pouco antes da largada), a dupla Cacá Bueno/Allan Khodair (BMW Z4/BMW Brazil), terminou em 10ª  no geral, e 5ª na Pro Cup.

A segunda dupla brasileira do Sports Trophy Team Brazil, Atila Abreu/Sergio Jimenez, terminou na 17ª posição geral, e 8ª na Pro Cup.

Final, prova de classificação:

1 – Loeb/Parente (McLaren MP4-12C) – Loeb – 33 voltas em 1:01’40″027
2 – Stippler/Sandstrom (Audi R8) – WRT – 10″387
3 – Tweraser/Proczyk (Lamborghini LP560) – Grasser – 25”106
4 – Simonsen/Afanasiev (Mercedes SLS) – Gravity – 51”659
5 – Zuber/Parisy (McLaren MP4-12C) – Loeb – 1’09”947
6 – Ammermuller/Campanico (Audi R8) – Novadriver – 1’14”243
7 – Ortelli/Vanthoor (Audi R8) – WRT – 1’17″302
8 – Rugolo/Sdanewitsch (Ferrari 458) – AF Corse – 1’37”430
9 – Stumpf/Cunha (Ford GT) – Rodrive – 1 volta
10 – Bueno/Khodair (BMW Z4) – BMW Brazil – 1
11- Reip/Doherty (Nissan GT-R) – RJN – 1
12 – Chandhok/Buurman (BMW Z4) – BMW Germany – 1
13 – Ordonez/Buncombe (Nissan GT-R) – RJN – 1
14 – Demoustier/Tappy (McLaren MP4-12C) – Von Ryan – 1
15 – Basseng/Rosina (Lamborghini LP560) – Reiter – 1
16 – Haupt/Matzke (Mercedes SLS) – Gravity – 2
17 – Abreu/Jimenez (BMW Z4) – BMW Brazil – 2
18 – Mayr-Melnhof/Jarvis (Audi R8) – WRT – 2

Volta mais rápida: Sebeastien Loeb 1’49”557

Abandonos:

Ebrahim/Sladecka (BMW Z4) – BMW India – 15
Day/Dusseldorp (Mercedes SLS) – Gravity – 1

Prova principal:

Com pista seca, Loeb alinhou na pole e manteve a ponta na largada, seguido pelo parceiro de equipe Andreas Zuber.   Na maior parte do primeiro turno da prova, Loeb foi pressionado por Zuber, até um pneu traseiro direito do McLaren #10 furar.  Zuber teve que fazer um pit stop antes do tempo, para trocar o pneu.

Parente assumiu a condução do carro com 11 segundos de vantagem sobre Mike Parisy. No final, o português recebeu a bandeirada com 21 segundos de vantagem, vencendo pela primeira vez a prova principal. Stippler/Sandstrom completaram o pódio, após o disco de freio dianteiro esquerdo ser trocado já no grid.

Abreu/Jimenez foram os melhores brasileiros, em oitavo no geral, e na Pro Cup.

A dupla Cesar Campanico/ Michael Ammermüller (Audi R8/Novadriver) venceu na Pro Am, sendo 9ª no geral.

Bueno/Khodair terminaram em 12º, e 9º na Pro Cup.

Pela Gentlemen Trophy nova vitória da dupla Rugolo/Sdanewitsch, 14ª  no geral.

Stumpf/Cunha foram 16º no geral, e 5º na Pro-Am.

A dupla Ortelli/Vanthoor (Audi R8/WRT) lidera o campeonato na Pro Cup com 101 pontos, cinco a mais do que Stippler/Sandstrom. Jimenez, Bueno e Khodair estão empatados em 10º, com 37. Ricardo Zonta, que não correu em Navarra, é o 15º com 29 pontos. Abreu, que estreou no lugar de Zonta, é o 19º com oito pontos.

Pela Pro Am, a liderança é de Sergey Afanasiev/ Afanasiev (Mercedes SLS/Gravity) com 127 pontos. Stumpf é o oitavo com 52.

Pela GTR, a dupla Petr Charouz/    Jan Stovicek, que não correu em Navarra, já garantiu o título na classe.

A última etapa da temporada acontece em Baku, no Azerbaijão, no dia 24 de outubro.

Final, prova principal:

1 – Loeb/Parente (McLaren MP4-12C) – Loeb – 36 voltas em 1:01’40″027
2 – Zuber/Parisy (McLaren MP4-12C) – Loeb – 21”087
3 – Stippler/Sandstrom (Audi R8) – WRT – 29″855
4 – Simonsen/Afanasiev (Mercedes SLS) – Gravity – 33”742
5 – Mayr-Melnhof/Jarvis (Audi R8) – WRT – 40”601
6 – Reip/Doherty (Nissan GT-R) – RJN – 41”760
7 – Day/Dusseldorp (Mercedes SLS) – Gravity – 50″599
8 – Abreu/Jimenez (BMW Z4) – BMW Brazil – 52”220
9 – Ammermuller/Campanico (Audi R8) – Novadriver – 1’03”264
10 – Tweraser/Proczyk (Lamborghini LP560) – Grasser – 1’12”547
11 – Ordonez/Buncombe (Nissan GT-R) – RJN – 1’13”931
12 – Bueno/Khodair (BMW Z4) – BMW Brazil – 1’35”720
13 – Haupt/Matzke (Mercedes SLS) – Gravity – 1’38”379
14 – Rugolo/Sdanewitsch (Ferrari 458) – AF Corse – 1 volta
15 – Ortelli/Vanthoor (Audi R8) – WRT – 7
16 – Stumpf/Cunha (Ford GT) – Rodrive – 7
17 – Basseng/Rosina (Lamborghini LP560) – Reiter – 11
18 – Chandhok/Buurman (BMW Z4) – BMW Germany – 17
19 – Demoustier/Tappy (McLaren MP4-12C) – Von Ryan – 27

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *