Fórmula-1: ALPINE F1 TEAM MARCA QUATRO PONTOS NO GRANDE PRÊMIO DA FRANÇA, COM O OITAVO LUGAR DE FERNANDO ALONSO

A Alpine F1 Team marcou quatro pontos no Grande Prêmio da França, com o oitavo lugar de Fernando Alonso no Circuito Paul Ricard. Seu companheiro de equipe Esteban Ocon terminou fora dos pontos, na 14ª posição.

Com 53 voltas, a corrida foi um desafio para grande parte do pelotão, com o desgaste e a deterioração dos pneus assumindo protagonismo no resultado final.

Fernando Alonso fez uma excelente largada na nona fileira do grid, subindo para o sétimo lugar na metade da primeira volta, passando para a oitava posição antes de parar no box. Como seus pneus médios começaram a mostrar sinais de desgaste, ele parou na 18ª volta para colocar um jogo de pneus duros. O bom ritmo permitiu que ele subisse no pelotão e batalhasse pela sexta posição com Daniel Ricciardo e Pierre Gasly nas últimas cinco voltas, mas o espanhol teve que se contentar com o oitavo lugar.

Esteban Ocon também fez uma boa largada com pneus duros antes de partir para cima dos dois carros da McLaren, que seguiam à frente. O francês não conseguiu manter o ritmo e ficou fora dos pontos após sua parada na 28ª volta, para colocar pneus médios. A partir de então, ele não conseguiu mais recuperar terreno e terminou em décimo quarto.

Esteban Ocon / Largada: 11º – Chegada: 14º:

“Hoje a corrida não aconteceu como esperávamos. Tivemos um fim de semana decepcionante como um todo, era como se estivesse faltando alguma coisa e agora temos que verificar alguns pontos. O ritmo não estava à altura com cada tipo de pneu, eles se deterioraram muito rápido e isso nos impediu de partir para a briga pelos pontos. Vamos partir com as lições aprendidas aqui hoje e seguir em frente. A próxima corrida já acontece na próxima semana e tentaremos voltar com toda a força.”

Fernando Alonso / Largada: 9º – Chegada: 8º:

“Largamos em nono e terminamos em oitavo. Fizemos a prova conforme esperado no geral, portanto estou feliz com o resultado de hoje. Não esperávamos que os pneus se deteriorassem tanto e nossos médios não duraram muito no início da prova. Fiquei um pouco preocupado, mas apresentamos um bom ritmo com os duros e continuamos assim até que Gasly e Ricciardo estavam ao nosso alcance, nas últimas voltas. Já tivemos performances semelhantes no sábado e domingo em alguns circuitos, por isso acho que podemos ficar um pouco mais descontraídos, pois essa é a nossa real posição, ao contrário do que apresentamos em Mônaco.”

Marcin Budkowski, diretor executivo:

“Essa corrida foi dominada pela gestão do desgaste dos pneus, mas o resultado foi bem diferente entre nossos dois carros. Tentamos uma estratégia inversa com o Esteban, ele sofreu muito mais desgaste na primeira parte da corrida e o resultado dele já estava comprometido quando parou no box. Já o Fernando fez uma boa largada e conseguiu brigar para se manter no top dez durante toda a corrida. Ele também teve um pouco de desgaste nos pneus da frente, mas conseguiu gerenciar bem os pneus duros na segunda parte da corrida, conseguindo partir para a briga com Gasly e Ricciardo pelo sexto lugar. É bom brigar com nossos rivais na pista após duas provas difíceis, mesmo sentindo que poderíamos ter marcado mais pontos neste fim de semana. Estamos ansiosos para travar mais batalhas emocionantes a partir do próximo fim de semana.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *