Fórmula-1: Charles Leclerc vence o GP do Bahrain

O monegasco Charles Leclerc (Ferrari) venceu o GP do Bahrain, GP do Bahrain, no Circuito Internacional do Bahrain, em Sakhir, etapa de abertura da temporada. Foi a sua terceira vitória na categoria. O espanhol Carlos Sainz Jr. completou a dobradinha da Ferrari. O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) foi o terceiro.

Pole-position Leclerc, na Ferrari F1-75 #16, dominou a prova, liderando 55, das 57 voltas disputadas. Vencendo com 5s598 de vantagem sobre Sainz Jr. Foi a 85ª dobradinha da Ferrari na F-1, a primeira desde o GP de Singapura de 2019 (Sebastian Vettel/Leclerc).

Hamilton, que sofreu com a falta de velocidade de seu Mercedes F1 W13 nas retas, vinha em quinto lugar (posição em que largou), quando as duas Red Bull RB18, o holandês Max Verstappen e do mexicano Sergio Pérez, abandonaram nas voltas finais. Elevando o piloto, dono de sete títulos mundiais, ao terceiro lugar.

O britânico George Russell (Mercedes) foi o quarto, seguido pelo dinamarquês Kevin Magnussen (Haas), os primeiros pontos da equipe norte-americana desde o GP de Eifel de 2019.

O finlandês Valtteri Bottas (Alfa-Romeo), o francês Esteban Ocon (Alpine), o japonês Yuki Tsunoda (Alpha Tauri), o espanhol Fernando Alonso (Alpine) e o estreante chinês Guan Yu Zhou (Alfa-Romeo), o primeiro piloto de seu pais na F-1, fecharam a zona de pontos.

Atual campeão Verstappen fez um ótimo duelo com Leclerc, com direito a várias trocas de posição depois do primeiro pit stop. E ocupava a segunda posição, quando faltando três voltas para o final perdeu potência no motor, abandonando.

Pérez assumiu a posição, mas na penúltima volta o mexicano rodou.

O francês Pierre Gasly (Alpha Tauri) acionou o Safety-Car na 46ª volta, devido um incêndio seu carro. A prova recomeçou na 50ª volta.

Leclerc também marcou a melhor volta, 1m34s570 (206,19 km/h), na 51ª volta.

A próxima etapa, o GP da Arábia Saudita, acontece no dia 27 de março.

Final:

1 – Charles Leclerc (Ferrari) – 57 voltas
2 – Carlos Sainz (Ferrari) – 5″598
3 – Lewis Hamilton (Mercedes) – 9″675
4 – George Russell (Mercedes) – 11″211
5 – Kevin Magnussen (Haas-Ferrari) – 14″754
6 – Valtteri Bottas (Sauber Alfa Romeo-Ferrari) – 16″119
7 – Esteban Ocon (Alpine-Renault) – 19″423
8 – Yuki Tsunoda (Alpha Tauri-Honda) – 20″386
9 – Fernando Alonso (Alpiine-Renault) – 22″390
10 – Guan Yu Zhou (Sauber Alfa Romeo-Ferrari) – 23″064
11 – Mick Schumacher (Haas-Ferrari) – 32″574
12 – Lance Stroll (Aston Martin-Mercedes) – 45″873
13 – Alexander Albon (Williams-Mercedes) – 53″932
14 – Daniel Ricciardo (McLaren-Mercedes) – 54″975
15 – Lando Norris (McLaren-Mercedes) – 56″335
16 – Nicholas Latifi (Williams-Mercedes) – 1’01″795
17 – Nico Hulkenberg (Aston Martin-Mercedes) – 1’03″829

Abandonos:

Sergio Perez (Red Bull-Honda) – 56 voltas
Max Verstappen (Red Bull-Honda)  – 54 voltas 
Pierre Gasly (Alpha Tauri-Honda – 44 voltas

Campeonato, pilotos:

1.Leclerc 26; 2.Sainz 18; 3.Hamilton 15; 4.Russell 12; 5.Magnussen 10; 6.Bottas 8; 7.Ocon 6; 8.Tsunoda 4; 9.Alonso 2; 10.Zhou 1.

Campeonato, construtores:

1.Ferrari 44; 2.Mercedes 27; 3.Haas-Ferrari 10; 4.Sauber Alfa Romeo-Ferrari 9; 5.Alpine-Renault 8; 6.Alpha Tauri-Honda 4.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *