Fórmula 1 e MotoGP usam pré-temporada para fechar patrocínios

As duas principais categorias dos esportes a motor estão aproveitando o período de pré-temporada para fechar patrocínios. Entre os carros, a Fórmula 1 anunciou um acordo com a empresa de segurança cibernética Cyber1. Já entre as motos, a MotoGP terá o aporte da companhia de bebidas Consorzio Prosecco.

Pelos lados da Fórmula 1, o acerto da Liberty Media com a Cyber1 será válido por cinco anos. A empresa será responsável pela defesa das comunicações e redes da categoria mais importante do automobilismo mundial. Esta é a primeira vez que uma companhia externa assina um acordo com características semelhantes em termos de segurança cibernética.

Os valores do contrato não foram divulgados, mas a imprensa europeia revelou que a empresa servirá também como consultora para implementar políticas de proteção digital, o que possivelmente elevou os números antes da assinatura.

“A informação tecnológica é a chave para que nossos fãs possam estar o mais próximo possível da ação com toda a segurança em nossos serviços”, afirmou Chris Roberts, diretor de infraestrutura tecnológica da Fórmula 1.

“Esta parceria representa um novo nicho de mercado com alcance global para a Cyber1. Compartilhamos a mesma visão em termos de resiliência cibernética e inovação de produtos”, declarou Nick Viney, CEO da Cyber1.

Na MotoGP, o acordo com a Consorzio Prosecco foi assinado pelos próximos três anos. A empresa italiana fornecerá as garrafas de champanhe para serem usadas nos pódios durante a temporada. A companhia ainda será responsável por abastecer os camarotes e áreas VIPs dos circuitos. Os valores do contrato também não foram revelados.

“O acordo com a MotoGP responde ao nosso objetivo de nos envolvermos em eventos internacionais para sermos cada vez mais reconhecidos pelo mundo”, comentou Stefano Zanette, presidente da Consorzio Prosecco.

O calendário 2019 da MotoGP terá início em 10 de março, com o GP do Qatar, enquanto a temporada da Fórmula 1 começará uma semana depois, com o GP da Austrália. Até lá, as duas categorias vão aproveitar o tempo sem corridas para testes de pré-temporada.

Fonte: Máquina do Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *