Fórmula-1: Lewis Hamilton vence GP do Bahrain. Romain Grosjean sofre forte acidente

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o GP do Bahrain, no Circuito Internacional do Bahrain, em Sakhir, 15ª etapa da temporada. Foi a 11ª vitória de Hamilton no ano, e 95ª na categoria. A dupla da Red Bull, o holandês Max Verstappen e o tailandês Alexander Albon, completou o pódio.

A prova foi marcada por um gravíssimo acidente na primeira volta, com o francês Romain Grosjean (Haas). Grosjean foi tocado pelo russo Daniil Kvyat (Alpha Tauri) e escapou da pista, acertando em alta velocidade o guard-rail. O carro partiu no meio e pegou fogo. Grosjean ficou 27 segundos debaixo do fogo, até conseguir sair do carro, pulando o guard-rail. Com algumas queimaduras, nas mãos e tornozelos, e com suspeita de fatura nas costelas, o piloto foi levado de helicóptero, para um hospital, para maiores exames.

Depois de uma hora de trinta minutos de bandeira vermelha, a prova foi reiniciada.

Pouco depois da prova ser reiniciada, o Safety-Car retornou a prova. O canadense Lance Stroll (Racing Point) capotou ao ser tocado por Kvyat. O piloto saiu sozinho, e ileso, do carro.

Com a prova finalmente em bandeira verde, Hamilton não teve problemas em vencer, com 1s254 de vantagem sobre Verstappen. Hamilton recebeu a bandeirada atrás do Safety-Car, acionado na antepenúltima volta, após o motor do mexicano Sergio Pérez (Racing Point), explodir, quando o piloto vinha em um tranquilo terceiro lugar. Albon fechou o pódio.

O britânico Lando Norris (McLaren) terminou em quarto, seguido pelo parceiro de equipe, o espanhol Carlos Sainz Jr., e o francês Pierre Gasly (Alpha Tauri).

O australiano Daniel Ricciardo (Renault), o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes), o francês Esteban Ocon (Renault) e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) fecharam a zona de pontos.

A próxima etapa, acontece no próximo domingo, novamente no Bahrain, no circuito externo.

Imagem

Imagem

 

Imagem

Final:

 

1 – Lewis Hamilton (Mercedes) – 57 voltas
2 – Max Verstappen (Red Bull-Honda) – 1″254
3 – Alexander Albon (Red Bull-Honda) – 8″005
4 – Lando Norris (McLaren-Renault) – 11″337
5 – Carlos Sainz (McLaren-Renault) – 11″787
6 – Pierre Gasly (Alpha Tauri-Honda) – 11″942
7 – Daniel Ricciardo (Renault) – 19″368
8 – Valtteri Bottas (Mercedes) – 19″680
9 – Esteban Ocon (Renault) – 22″803
10 – Charles Leclerc (Ferrari) – 1 volta
11 – Daniil Kvyat (Alpha Tauri-Honda) – 1 volta
12 – George Russell (Williams-Mercedes) – 1 volta
13 – Sebastian Vettel (Ferrari) – 1 volta
14 – Nicholas Latifi (Williams-Mercedes) – 1 volta
15 – Kimi Raikkonen (Alfa Romeo-Ferrari) – 1 volta
16 – Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo-Ferrari) – 1 volta
17 – Kevin Magnussen (Haas-Ferrari) – 1 volta

Abandonos:

Sergio Perez (Racing Point-Mercedes) –
Lance Stroll (Racing Point-Mercedes) –
Romain Grosjean (Haas-Ferrari) –

Campeonato, pilotos:

1.Hamilton 332; 2.Bottas 201; 3.Verstappen 189; 4.Ricciardo 102; 5.Perez 100; 6.Leclerc 98; 7.Norris 86; 8.Sainz, Albon 85; 10.Gasly 71; 11.Stroll 59; 12.Ocon 42; 13.Vettel 33; 14.Kvyat 26; 15.Hulkenberg 10; 16.Raikkonen, Giovinazzi 4; 18.Grosjean 2; 19.Magnussen 1.

Campeonato, construtores:

1.Mercedes 533; 2.Red Bull-Honda 274; 3.McLaren-Renault 171; 4.Racing Point-Mercedes 154; 5.Renault 144; 6.Ferrari 131; 7.Alpha Tauri-Honda 97; 8.Alfa Romeo-Ferrari 8; 9.Haas-Ferrari 3.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *