Fórmula-1: Max Verstappen vence o GP da Espanha

Atual campeão o holandês Max Verstappen (Red Bull) venceu o GP da Espanha, no Circuito de Barcelona-Catalunha, sexta etapa da temporada. Foi a sua quarta vitória no ano, e 24ª na categoria. O mexicano Sergio Pérez completou a dobradinha da euipe austríaca. O britânico George Russell (Mercedes) fechou o pódio.

Verstappen superou falhas no DRS, uma escapada da pista na nona volta, quando caiu para quarto. E contou com o abandono do monegasco Charles Leclerc (Ferrari), que alinhou na pole e dominava a prova, e o pedido da Red Bull, para Pérez deixar o parceiro de equipe passar.

Pérez assumiu a ponta na 31ª volta, superando Russel (que era o líder após o abandono de Leclerc), e seis voltas depois parou nos boxes pela segunda vez, colocando pneus médios. Deixando a ponta para Verstappen.

Verstappen liderou até a 44ª volta, quando fez a sua terceira parada nos boxes, colocando pneus médios. Voltando quatro segundos atrás do mexicano.

Pouco depois, pelo rádio, a Red Bull mandou Pérez deixar Verstappen passar, “Você tem uma estratégia diferente de Max. Se ele estiver mais rápido, deixe-o passar”. Pérez respondeu: “Isso é muito injusto, mas tudo bem”.

Na 49ª volta, Pérez abriu e Vertappen assumiu a ponta. E com pista livre, abriu uma confortável vantagem, vencendo com treze segundos de vantagem. Pérez, em segundo, mostrou a sua insatisfação com as ordens da equipe, logo após a quadriculada: “Eu estou feliz pela equipe, mas nós precisamos conversar mais tarde”, declarou o mexicano, líder por 12 voltas.

Russell, que liderou quatro voltas, e fez um ótimo duelo com Verstappen (líder por 24 voltas) pela ponta, fechou o pódio.

O espanhol Carlos Sainz Jr. (Ferrari) terminou em quarto, seguido pelo britânico Lewis Hamilton (Mercedes), que fez uma grande prova de recuperação. Logo na volta inicial, Hamilton, único piloto que largou com pneus médios, e o dinamarquês Kevin Magnuseen (Haas) se tocaram na curva quatro. Hamilton teve um pneu furado, com Magnussen indo para a brita, voltando em último.

Hamilton foi para os boxes. O toque foi investigado pelos comissários, sem nenhuma punição, apesar da reclamação do piloto da Haas. Na penúltima volta, com problemas de superaquecimento do motor, Hamilton diminuiu o ritmo, sendo superado por Sainz Jr.

O finlandês Valtteri Bottas (Alfa-Romeo) foi o sexto, seguido pelo francês Esteban Ocon (Alpine), o britânico Lando Norris (McLaren) e o espanhol Fernando Alonso (Alpine) e o japonês Yuki Tsunoda (Alpha Tauri).

Leclerc, que começou a prova na liderança do campeonato, largou na pole, e tinha uma confortável vantagem na ponta, quando na 27ª volta, entrou nos boxes, com problemas de potência, abandonando.

Verstappen assumiu a liderança do campeonato com 110 pontos, seguido por Leclerc com 104. E Pérez com 85.

A próxima etapa, o GP de Mônaco, acontece no dia 29 de maio.

Final:

1 1 Max VERSTAPPEN Red Bull Red Bull 66 voltas em 1h37m20s475 (190.109 km/h)
2 11 Sergio PEREZ Red Bull Red Bull +13.072s
3 63 George RUSSELL Mercedes Mercedes +32.927s
4 55 Carlos SAINZ Ferrari Ferrari 66 +45.208s
5 44 Lewis HAMILTON Mercedes Mercedes +54.534s
6 77 Valtteri BOTTAS Alfa Romeo Ferrari 66 +59.976s
7 31 Esteban OCON Alpine Renault 66 +1m 15.397s
8 4 Lando NORRIS McLaren Mercedes +1m 23.235s
9 14 Fernando ALONSO Alpine Renault 65 voltas
10 22 Yuki TSUNODA AlphaTauri Red Bull 65 voltas
11 5 Sebastian VETTEL Aston Martin Mercedes 65 voltas
12 3 Daniel RICCIARDO McLaren Mercedes 65 voltas
13 10 Pierre GASLY AlphaTauri Red Bull 65 voltas
14 47 Mick SCHUMACHER Haas Ferrari 65 voltas
15 18 Lance STROLL Aston Martin Mercedes 65 voltas
16 6 Nicholas LATIFI Williams Mercedes 64 voltas
17 20 Kevin MAGNUSSEN Haas Ferrari 64 voltas
18 23 Alexander ALBON Williams Mercedes 64 voltas
ab 24 Guanyu ZHOU Alfa Romeo Ferrari 28 voltas
ab 16 Charles LECLERC Ferrari Ferrari 27 voltas

Campeonato, pilotos:

1.Verstappen 110; 2.Leclerc 104; 3.Perez 85; 4.Russell 74; 5.Sainz 65; 6.Hamilton 46; 7.Norris 39; 8.Bottas 38; 9.Ocon 30; 10.Magnussen 15; 11.Ricciardo, Tsunoda 11; 13.Gasly 6; 14.Vettel, Alonso 4; 16,Albon 3; 17.Stroll 2; 18.Zhou 1.

Campeonato, construtores:

1.Red Bull-Honda 195; 2.Ferrari 169; 3.Mercedes 120; 4.McLaren-Mercedes 50; 5.Sauber Alfa Romeo-Ferrari 39; 6.Alpine-Renault 34; 7.Alpha Tauri-Honda 17; 8.Haas-Ferrari 15; 9.Aston Martin-Mercedes 6; 10.Williams-Mercedes 3.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *