Fórmula-1: Max Verstappen vence o GP do México

O holandês Max Verstappen (Red Bull) venceu o GP do México, no Autódromo Hermanos Rodríguez, 18ª etapa da temporada. Foi a sua nona vitória no ano, e 19ª na categoria.  O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) e o mexicano Sergio Pérez (Red Bull) completaram o pódio.

Terceiro no grid, Verstappen fez uma largada fantástica, passando as Mercedes do pole, o finlandês Valterri Bottas e Hamilton, por fora na curva um, assumindo a liderança da prova. Na sequencia o australiano Daniel Ricciardo (McLaren), que vinha em ótima largada, acertou Bottas, que deu a impressão de ter diminuído o ritmo para deixar Hamilton passar. O finlandês rodou, caindo para o final do pelotão, enquanto Ricciardo teve o bico do carro avariado.

1351898401

No meio da confusão o francês Esteban Ocon (Alpine) acertou o japonês Yuki Tsunoda (Alfa-Romeo) e o alemão Mick Schumacher (Haas), provocando a entrada do Safety-Car.  Bottas e Ricciardo foram para os boxes, trocar os pneus. Com a McLaren também trocando o bico do MCL35M #3.

A prova recomeçou na quinta volta, com Verstappen em primeiro, seguido por Hamilton e Pérez.  Verstappen abriu uma confortável vantagem de sete segundos sobre Hamilton, na 21ª volta.

Na 30ª volta Hamilton fez o seu pit stop. Verstappen parou nos boxes quatro voltas depois, voltando a frente de Hamilton. Pérez assumiu a ponta, o primeiro mexicano a liderar um GP em casa. Na 41ª volta Pérez fez o seu o pit.

Verstappen era novamente o líder, com nove segundos de vantagem sobre Hamilton, que tinha também nove segundos de frente para Pérez.

Enquanto o holandês do Red Bull RB16B #33 aumentava a sua vantagem sobre Hamilton, Pérez ia volta a volta se aproximando do britânico.  Na 60ª volta Verstappen já tinha 18 segundos de vantagem, enquanto Pérez vinha um segundo atrás de Hamilton. Mas sem conseguir se aproximar o suficiente para abrir o DRS para tentar a ultrapassagem.

Verstappen venceu com 16s5 de vantagem sobre Hamilton. Pérez, em terceiro, se tornou o primeiro mexicano no pódio em seu país.

1351900602

O francês Pierre Gasly (Alpha Tauri) terminou em quarto, seguido pela dupla da Ferrari, o monagasco Charles Leclerc (Ferrari) e o espanhol Carlos Sainz Jr.

O alemão Sebastian Vettel (Aston Martin), o finlandês Kimi Raikkonen (Alfa-Romeo), o espanhol Fernando Alonso (Alpine) e o britânico Lando Norris (McLaren) fecharam a zona de pontos.

Bottas fez um terceiro pit, faltando cinco voltas para o final. Com pneus macios marcou a melhor volta da prova, 1m17s774, mas como terminou na 15ª posição, fora dos dez primeiros, não levou o ponto extra. Mas conseguiu tirar o ponto que seria de Verstappen, que até a penúltima volta, tinha a melhor volta da prova.

Verstappen lidera o campeonato com 312,5 pontos, seguido por Hamilton com 293,5.

Nos construtores a Mercedes soma 478,5 pontos, um a mais do que a Red Bull.

A próxima etapa, o GP de São Paulo, em Interlagos, acontece no dia 14 de novembro.

1351900821

Final:

1 33 Max VERSTAPPEN Red Bull Honda 71 1h38m39s086 ( 185.717 km/h )
2 44 Lewis HAMILTON Mercedes Mercedes +16s555
3 11 Sergio PEREZ Red Bull Honda +17s752
4 10 Pierre GASLY AlphaTauri Honda +1m03s845
5 16 Charles LECLERC Ferrari Ferrari +1m21s037
6 55 Carlos SAINZ Ferrari Ferrari 70 voltas
7 5 Sebastian VETTEL Aston Martin Mercedes 70 voltas
8 7 Kimi RAIKKONEN Alfa Romeo Ferrari 70 voltas
9 14 Fernando ALONSO Alpine Renault 70 voltas
10 4 Lando NORRIS McLaren Mercedes 70 voltas
11 99 Antonio GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 70 voltas
12 3 Daniel RICCIARDO McLaren Mercedes 70 voltas
13 31 Esteban OCON Alpine Renault 70 voltas
14 18 Lance STROLL Aston Martin Mercedes 69 voltas
15 77 Valtteri BOTTAS Mercedes Mercedes 69 voltas
16 63 George RUSSELL Williams Mercedes 69 voltas
17 6 Nicholas LATIFI Williams Mercedes 69 voltas
18 9 Nikita MAZEPIN Haas Ferrari 69 voltas
ab 47 Mick SCHUMACHER Haas Ferrari 0
ab 22 Yuki TSUNODA AlphaTauri Honda 0

1351900506

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *