Fórmula-1: Mesmo com pneu furado na última volta, Lewis Hamilton vence o GP da Grã-Bretanha

O britânico Lewis Hamilton (Mrcedes) venceu o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone, quarta etapa da temporada. Foi a terceira vitória de Hamilton no ano, e 87ª na categoria.  O holandês Max Verstappen (Red Bull) e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) completaram o pódio.

Pole-position Hamilton dominou a prova, vencendo de ponta a ponta. Mas com uma pitada de drama na volta final, após o pneu dianteiro esquerdo furar. O hexacampeão tinha uma confortável vantagem de mais de 30 segundos sobre Verstappen, e mesmo com o holandês com pneus novos (havia parado nos boxes, trocando os pneus para tentar marca a volta mais rápida e levar o ponto extra), Hamilton cruzou a linha de chegada com 5s8 de frente. Leclerc completou o pódio.

Silverstone - La cronaca<br />Hamilton vince su tre ruote

Foi a sétima vitória de Hamilton no GP da Grã-Bretanha.

O australiano Daniel Ricciardo (Renault) terminou em quarto, seguido pelo britânico Lando Norris (McLaren) e o francês Esteban Ocon (Renault).

O francês Pierre Gasly (Alpha Tauri), o tailandês Alexander Albon (Red Bull), o canadense Lance Stroll (Racing Point) e o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) fecharam a zona de pontos.

O finlandês Valtteri Bottas vinha em um tranquilo segundo lugar, quando o pneu dianteiro esquerdo de sua Mercedes furou, na 49ª volta. O finlandês foi para os boxes, trocou os pneus, mas terminou apenas na 11ª posição.

A prova teve duas intervenções do Safety-Car. A primeira logo na segunda volta, após um toque entre Albon e o dinamarquês Kevin Magnussen (Haas), que saiu da pista e bateu forte na barreira de proteção.

 O segundo SC aconteceu na 13ª volta, com uma forte batida do russo Daniil Kvyat (Alpha Tauri). O piloto saiu ileso.

O alemão Nico Hulkenberg, escalado às pressas pela Racng Point, no lugar do mexicano Sergio Pérez (que testou positivo para a Covid-19), não largou, após o carro apresentar um problema técnico.

Verstappen marcou a melhor volta na volta final, 1m27s097, média de 243,494 km/h.

Hamilton lidera o campeonato com 88 pontos, seguido por Bottas com 58.

A próxima etapa, o GP 70 anos de Aniversario da Fórmula-1, acontece novamente em Silverstone, no dia 09 de agosto.

A imagem pode conter: texto que diz "L 8 PETRONAS UBS CROWDSTRIKE Enterph PETRIONA INEEOS Hygi gienics 北 44 HILT"

Final:

1 – Lewis Hamilton (Mercedes) – 52 voltas
2 – Max Verstappen (Red Bull-Honda) – 5″856
3 – Charles Leclerc (Ferrari) – 18″474
4 – Daniel Ricciardo (Renault) – 19″650
5 – Lando Norris (McLaren-Renault) – 22″277
6 – Esteban Ocon (Renault) – 26″937
7 – Pierre Gasly (Alpha Tauri-Honda) – 31″188
8 – Alexander Albon (Red Bull-Honda) – 32″670
9 – Lance Stroll (Racing Point-Mercedes) – 37″311
10 – Sebastian Vettel (Ferrari) – 41″857
11 – Valtteri Bottas (Mercedes) – 42″167
12 – George Russell (Williams-Mercedes) – 52″004
13 – Carlos Sainz (McLaren-Renault) – 53″370
14 – Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo-Ferrari) – 54″205
15 – Nicholas Latifi (Williams-Mercedes) – 54″549
16 – Romain Grosjean (Haas-Ferrari) – 55″050
17 – Kimi Raikkonen (Alfa Romeo-Ferrari) – 1 volta

Abandonos:

Daniil Kvyat (Alpha Tauri-Honda) – 11 voltas
Kevin Magnussen (Haas-Ferrari) – 1 volta
Nico Hulkenberg (Racing Point-Mercedes) – NL

Campeonato, pilotos:

1.Hamilton 88; 2.Bottas 58; 3.Verstappen 52; 4.Norris 36; 5.Leclerc 33; 6.Albon 26; 7.Perez 22; 8.Stroll, Ricciardo 20; 10.Sainz 15; 11.Ocon, Gasly 12; 13.Vettel 10; 14.Giovinazzi 2; 15.Kvyat, Magnussen 1.

Campeonato, construtores:

1.Mercedes 146; 2.Red Bull-Honda 78; 3.McLaren-Renault 51; 4.Ferrari 43; 5.Racing Point-Mercedes 42; 6.Renault 32; 7.Alpha Tauri-Honda 13; 8.Alfa Romeo-Ferrari 2; 9.Haas-Ferrari 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *