Fórmula-1: Valtteri Bottas vence o GP da Rússia

O finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) venceu o GP da Rússia, em Sochi, décima etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Bottas no ano, e nona na categoria.  O holandês Max Verstappen (Red Bull) e o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) completaram o pódio.

Pole-position Hamilton antevê a ponta na largada, com Bottas superando Verstappen pelo segundo lugar. Logo nas primeiras curvas, dois acidentes separados, com o britânico Lando Norris (McLaren) e o canadense Lance Stroll (Racing Point) provocaram a entrada do Safety-Car. A prova recomeçou na quinta volta.

Lance Stroll and Carlos Sainz react to early Russian GP crashes - AAJ KI  TAZA KHABAR

Lance Stroll and Carlos Sainz react to early Russian GP crashes - Polish  News

1276942057

Hamilton levou duas punições de cinco segundos, por treinar a largada em local proibido antes da corrida. Na 16ª volta o hexacampeão entrou nos boxes para cumprir a punição (de segundos parado), voltando na 11ª posição. Bottas assumiu a ponta, seguido por Verstappen.

Hamilton começou uma corrida de recuperação. Alcançando o terceiro lugar, mas sem chances de disputar a vitória. Adiando pelo menos até a próxima etapa, o GP de Eifel, em Nurburgring na Alemanha, no dia 11 de outubro, para igualar o recorde de 91 vitórias na F-1, com o alemão Michael Schumacher.

O mexicano Sergio Pérez (Racing Point) terminou em quarto, seguido pelo australiano Daniel Ricciardo (Renault) e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari).

O francês Esteban Ocon (Renault), o russo Daniil Kvyat (Alpha Tauri, o francês Pierre Gasly (Alpha Tauri) e o tailandês Alexander Albon (Red Bull) fecharam a zona de pontos.

O finlandês Kimi Raikkonen (Alfa-Romeo), que empatou com o brasileiro Rubens Barrichello, com 323 GPs disputados, terminou na 14ª posição.

Hamilton lidera o campeonato com 205 pontos, seguido por Bottas com 161.

1276952503

FIA retira punição em pontos

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo)  retirou os dois pontos de punição na superlicença de Hamilton. Assim o britânico continua com oito pontos, quatro a menos do os 12 pontos, que levam a suspensão por uma corrida. A Mercedes considerada culpada pelo erro do piloto, e foi multada em 25 mil Euros.

Final:

1 – Valtteri Bottas (Mercedes) – 53 voltas em 1h34m00s364 ( 197.697 km/h )
2 – Max Verstappen (Red Bull-Honda) – 7″729
3 – Lewis Hamilton (Mercedes) – 22″729
4 – Sergio Perez (Racing Point-Mercedes) – 30″558
5 – Daniel Ricciardo (Renault) – 52″065
6 – Charles Leclerc (Ferrari) – 1’02″186
7 – Esteban Ocon (Renault) – 1’08″006
8 – Daniil Kvyat (Alpha Tauri-Honda) – 1’08″740
9 – Pierre Gasly (Alpha Tauri-Honda) – 1’29″766
10 – Alexander Albon (Red Bull-Honda) – 1’37″860
11 – Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo-Ferrari) – 1 volta
12 – Kevin Magnussen (Haas-Ferrari) – 1 volta
13 – Sebastian Vettel (Ferrari) – 1 volta
14 – Kimi Raikkonen (Alfa Romeo-Ferrari) – 1 volta
15 – Lando Norris (McLaren-Renault) – 1 volta
16 – Nicholas Latifi (Williams-Mercedes) – 1 volta
17 – Romain Grosjean (Haas-Ferrari) – 1 volta
18 – George Russell (Williams-Mercedes) – 1 volta

Abandonos:

Lando Norris (McLaren-Renault) – 0 volta
Lance Stroll (Racing Point-Mercedes) – 0 volta

Campeonato, piloto:

1.Hamilton 205; 2.Bottas 161; 3.Verstappen 128; 4.Norris 65; 5.Albon 64; 6.Ricciardo 63; 7.Leclerc, Stroll 57; 9.Perez 56; 10.Gasly 45; 11.Sainz 41; 12.Ocon 36; 13.Vettel 17; 14.Kvyat 14; 15.Hulkenberg 6; 16.Raikkonen, Giovinazzi 2; 18.Magnussen 1.

Campeonato, construtores:

1.Mercedes 366; 2.Red Bull-Honda 192; 3.McLaren-Renault 106; 4.Racing Point-Mercedes 104; 5.Renault 99; 6.Ferrari 74; 7.Alpha Tauri 59; 8.Alfa Romeo-Ferrari 4; 9.Haas-Ferrari 1.

1276945156

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *