Fórmula-E: Buemi leva punição leve por jogar Di Grassi contra o muro

Brasileiro vinha em corrida de recuperação e tinha pódio como possibilidade real

Uma disputa neste domingo entre dois dos principais nomes da história do Mundial de Fórmula E nas ruas de Roma acabou em um acidente bizarro, mas nem por isso pouco perigoso. Depois de largar da 13ª posição no grid, o brasileiro Lucas Di Grassi vinha no oitavo lugar já na oitava volta, mesmo utilizando menos vezes que os rivais o recurso modo ataque, que dá mais potência aos carros durante um minuto de prova.
O cenário tornava o primeiro pódio do brasileiro na temporada uma possibilidade real até que, em plena reta, o suíço Sébastien Buemi (equipe Nissan eDAMS) tocou a traseira do Audi de Lucas. Sem controle, o carro perdeu a trajetória e se dirigiu direto para o mudo de concreto. A batida incomum não teve consequências físicas para os pilotos envolvidos, mas acabou com o suíço apontado como culpado e punido com a adição de cinco segundos ao seu tempo de prova.
O acidente tirou Di Grassi da corrida, já que seu carro teve a frente destruída. Buemi, no entanto, continuou na prova e terminou em oitavo, caindo para décimo depois de receber como punição apenas cinco segundos de adição ao seu tempo total de corrida. A prova deste domingo valeu pela quarta etapa e sucedeu uma corrida, disputada ontem, na qual Lucas perdeu a vitória por quebra do carro faltando poucas voltas para o final.  
“Foi um final de semana muito difícil. Sinto demais por toda a equipe Audi. Nós fizemos um grande esforço para tornar o carro competitivo. E nós conseguimos. Ontem e hoje”, resumiu Di Grassi. “Mas infelizmente os dois dias terminaram por motivos fora de nosso controle, fizemos zero pontos. Nós vamos voltar para a pista mais fortes. Obrigado a todos pelo apoio. Tempos difíceis fazem as pessoas mais fortes. Isso é verdade tanto no esporte quanto na vida”, completou Di Grassi.
Vencedores diferentes – A vitória neste domingo coube ao belga Stofel Vandoorne (Mercedes). Com o resultado, a liderança da competição continua com Sam Bird (Inglaterra, Jaguar), com 43 pontos. Em quatro etapas, a Fórmula E teve quatro vencedores diferentes: Nick De Vries (Holanda, Mercedes) na primeira etapa, além de Sam Bird, Jean-Éric Vergne (França, DS Techeetah) e Stoffel Vandoorne nas provas seguintes. O Mundial de Fórmula E realizará mais uma rodada dupla em Valência, na Espanha, nos dias 25 e 26 de abril. O traçado é um usado pela categoria para realizar seus testes coletivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *