Fórmula-E: Sam Bird vence e-Prix de Santiago

O britânico Sam Bird (Envision Virgin Racing) venceu neste sáado (26/01) o e-Prix de Santiago, no Chile, no Circuito Parque O’Higgins, terceira etapa da temporada 2018/2019. Foi a primeira vitória de Bird no ano, e oitava na categoria. Os alemães Pascal Werhlein (Mahindra Racing) e Daniel Abt (Audi Sport ABT Schaeffler) completaram o pódio.

Em uma prova disputada com muito calor (temperatura ambiente de 37°C, e 46°C na pista) e cheia de acidentes (que provocou duas bandeiras amarelas em toda a pista) Bird assumiu a ponta na volta 22, após o então líder, o suíço Sébastien Buemi (Nissan e-dams), que alinhou na pole e liderava desde a largada, errar e acertar o muro. Com o bico do carro avariado Buemi foi para os boxes, abandonando.

Nas voltas finais Bird segurou Werhlein, que tinha o modo ataque, para vencer com 6s489 de vantagem. E se tornar o único piloto a vencer ao menos uma prova, nas cinco temporadas da Fórmula-E já disputadas. Werhlein, em sua segunda prova na categoria, conquistou o seu primeiro pódio. Abt foi o terceiro.

O suíço Edoardo Mortara (Venturi Formula E Team) terminou em quarto, seguido pelo holandês Robin Frijns (Envision Virgin Racing), e o neozelandês Mitch Evans (Panasonic Jaguar Racing).

O britânico Alexander Sims (BMW Andretti Autosport) recebeu a bandeira quadriculada em terceiro. Mas levou uma punição de vinte segundos, por um toque em Abt, e caiu para sétimo.

O britânico Oliver Turvey (NIO Formula E Team), e o argentino José María López (Geox Dragon Racing) e o então íder do campeonato o belga Jerôme d’Ambrosio (Mahindra Racing), o fecharam a zona de pontos.D-Ambrosio terminou em itavo, mas levou uma punição de cinco segundos (por execcso de velocidade em bandeira amarela total).

O brasileiro Nelsinho Piquet (Panasonic Jaguar Racing) terminou em 11º, seguido pelo compatriota Lucas di Grassi (Audi Sport ABT Schaeffler). Di Grassi conquistou a pole, mas recebeu uma punição por uma infração técnica, teve os tempos anulados, caindo para a última posição. Segundo explicou a Audi em seu perfil no Twitter, uma nova regra foi introduzida neste fim de semana, que exige que os pilotos usem o freio na volta de desaceleração, com a mesma intensidade que fizeram durante as voltas rápidas. 

O brasileiro fez uma prova de recuperação, sendo o nono colocado no final. Mas recebeu uma punição de vinte segundos, por m toque em López, caindo para 12º.

O brasileiro Felipe Massa ((Venturi Formula E Team) andava na zona de pontos, quando acertou o muro, em uma disputa de posição com o britânico Oliver Rowland (Nissan e-dams), a abandonou.      

A primeira bandeira amarela em toda a pista foi acionada depois que o alemão Maximilian Günther (Geox Dragon Racing) parou na pista. E não conseguiu religar o carro. Na relargada o belga Stoffel Vandoorne (HWA Racelab), que ocupava a sexta posição, acelerou, e errou, travando as rodas. E batendo no muro. Provocando a segunda paralização.

Bird lidera o campeonato com 43 pontos, seguido por d’Ambrosio com 41.

A próxima etapa, o e-Prix da Cidade do México, acontece no Circuito Hermano Rodríguez, no dia 16 de fevereiro.    

Final:

1 – Sam Bird (Audi) – Virgin – 36 voltas em 47’02″511
2 – Pascal Wehrlein (Mahindra) – Mahindra – 6″489
3 – Daniel Abt (Audi) – Audi Abt – 14″529
4 – Edoardo Mortara (Venturi) – Venturi – 17″056
5 – Robin Frijns (Audi) – Virgin – 20″276
6 – Mitch Evans (Jaguar) – Jaguar – 23″755
7 – Alexander Sims (BMW) – BMW Andretti – 27″590
8 – Oliver Turvey (NIO) – NIO – 45″059
9 – José María López (Penske) – Dragon – 45″376
10 – Jerome D’Ambrosio (Mahindra) – Mahindra – 46″984
11 – Nelson Piquet Jr (Jaguar) – Jaguar – 48″635
12 – Lucas di Grassi (Audi) – Audi Abt – 1’03″552
13 – André Lotterer (DS) – DS Techeetah – 1’14″706
14 – Gary Paffett (Venturi) – HWA – 1 volta

Abandonos:

Oliver Rowland (Nissan) – Nissan e.dams – 32 voltas
Antonio Felix da Costa (BMW) – BMW Andretti – 24
Jean-Eric Vergne (DS) – DS Techeetah – 23
Sebastien Buemi (Nissan) – Nissan e.dams – 22
Stoffel Vandoorne (Venturi) – HWA – 18
Maximilian Gunther (Penske) – Dragon – 13
Felipe Massa (Venturi) – Venturi – 13
Tom Dillmann (NIO) – NIO – 11

Campeonato:

1.Bird 43 pontos, 2.D’Ambrosio 41; 3.Da Costa, Frijns 28, Vergne 28; 6.Evans 22; 7.Abt 21; 8.Lotterer 19; 9.Wehrlein, Sims 18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *