Fórmula V8 3.5: Johnny Cecotto e Tom Dillmann vencem na Hungria

O venezuelano Johnny Cecotto Jr (RP Motorsport) e o francês Tom Dillmann (AVF) foram os vencedores da segunda etapa da temporada, disputada em Hungaroring, na Hungria.

Prova 1:

Cecotto Jr. venceu a primeira prova, seguido por Dillmann e o suíço Louis Delétraz (Fortec Motorsports).

Pole, Dillmann manteve a ponta na largada, seguido por Cecotto. O francês abriu uma confortavel vantagem, até a oitava volta, quando o Safety-Car foi acionado. Depois de um enrosco entre o mexicano Alfonso Celis Jr (AVF) e o russo Egor Orudzhev (Arden Motorsport).

Uma volta depois da relargada, Dillmann escorregou na penúltima curva, perdendo a ponta para Cecotto. O venezuelano abriu uma pequena vantagem até o final, para vencer pela primeira vez na categoria.

O francês Aurelien Panis (Arden Motorsport) terminou em quarto, seguido pelo compatriota Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) e o israelense Roy Nissany (Lotus).

A holandesa Beitske Visser (Teo Martin Motorsport), o brasileiro Pietro Fittipaldi (Fortec Motorsports), o japonês Yu Kanamaru (Teo Martin Motorsport) e o brasileiro Vitor Baptista (RP Motorsport) fecharam a zona de pontos.

Final, prova 1:

1. Johnny Cecotto Jr VEN RP Motorsport 27 voltas
2. Tom Dillmann FRA AVF +2.290s
3. Louis Deletraz SUI Fortec Motorsports +3.075s
4. Aurelien Panis FRA Arden Motorsport +14.082s
5. Matthieu Vaxiviere FRA SMP Racing +14.443s
6. Roy Nissany ISR Lotus +16.162s
7. Beitske Visser NED Teo Martin Motorsport +16.855s
8. Pietro Fittipaldi BRA Fortec Motorsports +17.291s
9. Yu Kanamaru JPN Teo Martin Motorsport +17.957s
10. Vitor Baptista BRA RP Motorsport +20.429s
11. Rene Binder AUT Lotus +20.868s
12. Giuseppe Cipriani ITA Durango Racing Team +3 voltas

Abandonos:

13. Alfonso Celis Jr MEX AVF 8 voltas
14. Egor Orudzhev RUS Arden Motorsport 8 voltas
15. Matevos Isaakyan RUS SMP Racing 3 voltas

Prova 2:

Fórmula V8 3.5: Johnny Cecotto e Tom Dillmann vencem na Hungria

Com chuva, Dillmann venceu a segunda prova. Nissany e Panis completaram o pódio.
Pole, Dillmann perdeu a ponta novamente ao escorregar, uma volta depois do Safety-Car. Vaxiviere assumiu a ponta.

Dillmann fez o seu pit stop antes do SC ser novamente acionado. Vaxiviere, entre outros pilotos ainda precisavam parar nos boxes. Com as paradas, e uma ultrapassagem sobre Panis (que também havia parado mais cedo nos pits), Dillmann retomou a ponta.

Nas voltas finais, Dillmann foi pressionado por Nissany (recuperado de uma rodada no começo da prova), mas manteve o controle, para vencer com 0s8 de vantagem.

Delétraz, Vaxiviere, o austríaco Rene Binder (Lotus), Fittipaldi, Orudzhev e Kanamaru fecharam os dez primeiros. Baptista abandonou.

Dillmann lidera o campeonato com 76 pontos, seguido por Delétraz e Panis, empatados com 62.

A próxima etapa acontece em Spa-Francorchamps, na Bélgica, entre os dias 21 e 22 de maio.

Final, prova 2:

1. Tom Dillmann FRA AVF 19 voltas
2. Roy Nissany ISR Lotus +0.898s
3. Aurelien Panis FRA Arden Motorsport +11.854s
4. Louis Deletraz SUI Fortec Motorsports +24.631s
5. Matthieu Vaxiviere FRA SMP Racing +27.164s
6. Johnny Cecotto Jr VEN RP Motorsport +38.590s
7. Rene Binder AUT Lotus +39.580s
8. Pietro Fittipaldi BRA Fortec Motorsports +55.150s
9. Egor Orudzhev RUS Arden Motorsport +1m 13.425s
10. Yu Kanamaru JPN Teo Martin Motorsport +1m 39.983s

Abandonos:

11. Giuseppe Cipriani ITA Durango Racing Team 14 voltas
12. Matevos Isaakyan RUS SMP Racing 10 voltas
13. Vitor Baptista BRA RP Motorsport 4 voltas
14. Alfonso Celis Jr MEX AVF 4 voltas
15. Beitske Visser NED Teo Martin Motorsport 0 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *