FRenault: Lapenna não precisa mais vencer para ser campeão

Uma seqüência de terceiros lugares nas sete corridas que

restam é o suficiente para assegurar o título ao piloto paulista.


Na conta mais simples, os adversários não dependem mais das próprias forças. O início de temporada de Felipe Lapenna foi tão bom que ele chega a Tarumã (RS), neste fim de semana, com uma confortável vantagem de 64 pontos na liderança do campeonato da Fórmula Renault. Para chegar ao título, não precisa mais vencer nenhuma vez. Basta chegar em terceiro nas sete corridas que restam para que ninguém consiga ameaçá-lo. Um luxo que o paulista conquistou no braço: em seis corridas, foram três vitórias e três segundos lugares, a melhor campanha da história da categoria.

           
Apesar de não abrir mão da briga pela vitória, o atual líder do campeonato sabe que pode correr de olho na calculadora. O calendário da Fórmula Renault entra na fase mais delicada do calendário, começando pelas etapas sete e oito da temporada, marcadas para um dos circuitos mais desafiadores do ano. Na seqüência do campeonato, os pilotos ainda vão encontrar duas pistas de rua pela frente, além de uma etapa na preliminar do GP do Brasil de Fórmula 1. “Os pilotos querem ganhar sempre e não sou diferente. Só que a vantagem me permite correr mais focado nos pontos”, afirma Felipe Lapenna.


           
Se não houver chance de vitória, é mesmo a melhor coisa a fazer, começando pelas corridas deste fim de semana. “Eu gosto bastante da pista de Tarumã e o ideal seria ampliar um pouco mais essa vantagem para ter segurança, pensando principalmente nos traçados urbanos, que são imprevisíveis e podem comprometer”, afirma o piloto, que lidera o campeonato com 164 pontos, seguido por Douglas Soares, com 100. Seu melhor resultado em Tarumã foi um sexto lugar, alcançado no ano passado. Os treinos livres começam nesta quinta-feira (13). As corridas serão disputadas no sábado (15) e domingo (16).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *