FRenault: Marcos Santos quer encerrar temporada com pódio

O próximo final de semana marcará o encerramento da quinta temporada do Campeonato Brasileiro de Fórmula Renault. Mas a data terá um significado ainda mais especial para o catarinense Marco Santos (New Line / Feel Free / Worldpan), já que ele estará finalizando seu primeiro ano no automobilismo, depois de algumas temporadas no kart.


Depois de disputar todo o Campeonato Norte-Americano de Fórmula BMW, encerrado no final de agosto, Marco, para manter-se em atividade, decidiu disputar as últimas três etapas da Fórmula Renault. E a partir da próxima sexta-feira (24) Marco entrará na pista do Autódromo de Interlagos para disputar a última rodada dupla do ano.

“Este meu primeiro ano no automobilismo foi bastante difícil. Tive problemas de adaptação ao carro e às pistas, todas novas para mim. É uma dificuldade natural que cada piloto sente ao sair do kart e comigo não foi diferente. No próximo ano isto estará resolvido”, avalia o catarinense de Blumenau.

Para as provas do próximo sábado e domingo, Marco já sabe bem o que quer: pódio nas duas corridas. “Se eu subir ao pódio já ficarei satisfeito. Esta será minha primeira corrida em uma pista que já conheço, já que eu treinei e corri em Interlagos na preliminar da Fórmula 1”, lembra o piloto, que em 2005 foi Campeão Sul-Brasileiro de Kart na categoria Novatos. “Então eu acho que temos chances de atingir esta meta”, completa.

O piloto New Line / Feel Free / Worldpan compete na Fórmula Renault pela Dragão Motorsport, equipe que por si só já tem um amplo conhecimento da pista. “Já temos um bom acerto do carro, e isso é importante, pois nos poupa trabalho. Nos treinos teremos apenas que trabalhar na ‘sintonia fina’ e temos tudo para deixar o carro em condições de obter um bom resultado”, conta Marco Santos.

Depois da prova de domingo, Marco Santos ficará em São Paulo, onde a partir de segunda-feira estará no Kartódromo da Granja Viana para iniciar os treinos para a famosa 500 Milhas. Marco competirá ao lado de Allan Hellmeister e Nono Figueiredo. “Será uma experiência interessante correr com eles na mesma equipe. Eles são pilotos bastante experientes e, além de tentarmos um bom resultado, poderei aprender um pouco mais”, encerrou o catarinense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *