FRenault: Mario Romancini termina na 6ª posição corrida em Tarumã

Apesar do frio e da chuva que marcaram boa parte da quarta rodada dupla da Fórmula Renault Brasil – disputada neste fim de semana no Autódromo Internacional de Tarumã, na Grande Porto Alegre –, a categoria literalmente pegou fogo na prova de encerramento da etapa gaúcha.

Pouco antes da largada para a segunda corrida do dia, um incêndio no carro do paranaense Cláudio Cantelli, sétimo no grid, causou apreensão e muita correria até mesmo entre as equipes adversárias. Logo após a volta de apresentação, o carro de Cantelli se incendiou devido a um vazamento de combustível que queimou toda a carenagem sobre o motor do carro. Mesmo assim, o piloto ainda retornou à pista, mas abandonou em definitivo na terceira volta.

Quando a corrida começou, a garotada da principal categoria-escola do automobilismo brasileiro mostrou a que veio e as trocas de posição foram constantes, apesar das dificuldades impostas pelo circuito às ultrapassagens.

“Apesar do líder e do segundo colocado terem se distanciado do restante do pelotão, essa foi uma corrida cheia de alternativas nas posições intermediárias”, opinou o paulista Mario Romancini, sexto colocado no momento da bandeirada.

Desde o início, a corrida foi comandada por Felipe Lapenna, com Galid Osman em segundo. Esta foi a quarta vitória de Lapenna na temporada e levou o paulista a 204 pontos na classificação geral. Em segundo está Douglas Soares, com 132.

Lapenna fez valer a experiência de quatro temporadas na categoria, mas os pilotos novatos não decepcionaram. No pódio, três nomes que estrearam neste ano, e entre os dez primeiros, sete deles marcaram presença.

“O traçado do Autódromo de Tarumã é difícil e quem o conhece bem leva vantagem. Eu tive um bom momento na corrida de sábado, quando larguei de pneus slick e poderia ter vencido a corrida, mas passei por um poça d’água quando era o quarto colocado e acabei sendo jogado para a brita. No domingo, meu carro não estava bom e fiz o que pude para me manter na pista”, explicou Romancini, o sexto colocado na prova de encerramento da rodada.

O único gaúcho na pista, Vinícius Quadros, fez a parte dele, mas um problema de câmbio o impediu de lutar pelo pódio. Segundo no grid, ele recebeu a bandeirada na 14ª posição, com a melhor volta da prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *