FRenault: O fim da Fórmula Renault Brasileira, por Carlos Eduardo

A Fórmula Renault foi um das categorias mais aguardadas e comemoradas assim que desembarcou no Brasil fazendo parte do Renault SpeedShow. Pois nosso país vivia um momento muito delicado para os pilotos que saiam do Kart e queriam seguir carreira no automobilismo, porém não tinham dinheiro suficiente para ir direto à Europa. Então ficavam na extinta Fórmula Ford ou na Fórmula Chevrolet, categorias que pararam no tempo em relação ao demais países.

Com a chegada da Fórmula Renault os nossos pilotos que estavam saindo do kart já tinham uma grande opção, pois a categoria trazia os mesmos carros que se corria nos principais campeonatos europeus, inclusive repatriando engenheiros que estavam na Europa.


Quem viu o primeiro ano da Fórmula Renault nunca esquecerá como era bom uma categoria disputada, com grandes pilotos, transmissão de todas as etapas do ano pela BAND e uma ampla divulgação e cobertura por parte da imprensa nacional, e muitas vezes ganhando destaque na imprensa internacional. Os autodromos sempre cheios, pois haviam diversas promoções na cidade onde o evento percorreria.


Mas o tempo passou, os grandes pilotos passaram, a transmissão pela televisão acabou e a divulgação da categoria praticamente inexiste, e são poucos os pilotos que tem assessoria de imprensa. E quando se tenta um contato com a assessoria da categoria, a resposta é a pior possível.


A Fórmula Renault durou apenas 5 anos, pouquissimo tempo para uma categoria que chegou fazendo um grande barulho, e com dois grandes nomes (Pedro Paulo Diniz e André Ribeiro) por trás de toda a estrutura e organização da categoria.


Agora é esperar qual será a próxima marca a se aventurar no automobilismo nacional, já que diversas tiveram passagens, porém pouco duradouras.


Carlos Eduardo
carlos@speedracing.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *