FSão Paulo: Victor Corrêa quer largar entre os primeiros

Título será decidido nesta última etapa do ano.

A última etapa do Campeonato Paulista de Fórmula São Paulo, que será realizada as 9 horas de domingo (03/12) no Autódromo de Interlagos (SP), promete ser mais uma vez emocionante e equilibrada, reunindo 15 pilotos na única categoria regional de monopostos. A disputa pelo título entre os cariocas Leonardo Otero (Administradora Nacional) e Fabio Orsolon (Unimed/Cabo Frio/Alpie) já começou nos treinos livres de sexta-feira. Otero foi o mais rápido, com pequena margem sobre Orsolon, seguidos do catarinense Ricardo Zappelini (Transnaza) e do mineiro Victor Corrêa (Unifenas/Flash Power). O treino de classificação será a partir das 9h10 deste sábado.


Estreante no automobilismo, Victor Corrêa passou o último ensaio livre acertando o seu monoposto, na tentativa de largar entre os primeiros para subir novamente no pódio. Na primeira sessão ele estava entre os três mais rápidos quando teve o câmbio quebrado. A tarde, com o problema solucionado pela Alpie Competições, ele fez o quarto tempo, sem usar pneus novos. “Os pneus que usei estavam muito gastos. O carro estava saindo muito de traseira. Acho que agora ele está bom para usar pneus novos na classificação”, comentou o piloto da Unifenas/Flash Power.


Únicos candidatos a levar o título de campeão da Fórmula São Paulo, Leonardo Otero e Fabio Orsolon devem travar uma disputa muito acirrada, como na prova anterior, quando receberam a bandeirada de chegada separados por apenas 12 milésimos de segundo. “Eu torço pelo Fabinho, por corrermos pela mesma equipe e sermos amigos. Mas se puder, quero andar na frente deles”, avisa Victor Corrêa. “Chegando na frente do Leonardo, independente de qual posição final, o Fabinho garante o título. Quem sabe não conseguimos fazer ai uma dobradinha da equipe, lógico com eu na frente”, brincou o representante de Alfenas, sul de Minas Gerais.


Todos os monopostos da Fórmula São Paulo utilizam chassi Techspeed equipados com motor AP 1.8, com 135 cavalos de potência, que chegam a 220 km/h. O câmbio utilizado é o Hewland, o mesmo usado na Fórmula 3 Sul-Americana. Para deixar a disputa com maior igualdade, há apenas um preparador de motores para todos os competidores.


Os seis mais rápidos em Interlagos nesta sexta-feira foram:
1) Leonardo Otero (Administradora Nacional), 1min46s62;
2) Fábio Orsolon (Unimed/Cabo Frio/Alpie), 1min47s19;
3) Ricardo Zappelini (Transnaza), 1min47s20;
4) Victor Corrêa (Unifenas/Flash Power/Alpie), 1min47s59;
5) Allisson Paulinely Silva (Virtual Panorâmico), 1min47s73;
6) Felipe Stanev (J. David), 1min48s76.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *