Gaúcho de Marcas e Pilotos: Biberg comemora a inédita vitória do Clio no Metropolitano de Marcas em Cascavel

Cascavelense da Sorbara Motorsport ocupa o degrau mais alto do pódio pela primeira vez e assume a liderança do grupo A na classificação do campeonato.

Com o segundo lugar na primeira bateria e a vitória na prova final, Ingmar Biberg comemorou na tarde deste domingo (4) a primeira vitória de sua carreira no Campeonato Metropolitano de Marcas & Pilotos. O representante da Sorbara Motorsport, com seu desempenho na segunda etapa, disputada no Autódromo Internacional de Cascavel, assumiu também a liderança na tabela de pontuação do grupo A, o principal da competição.

“Foi tudo perfeito para nós no fim de semana, meu carro esteve prefeito desde o primeiro treino, não tivemos nenhum problema, não passei nenhum susto na pista, não precisei me esforçar na pista”, exultou Biberg, satisfeito também com o potencial do Renault Clio. “Isso é resultado do trabalho no desenvolvimento do carro, que vem desde o ano passado. Um desenvolvimento sólido, gradativo, e que está rendendo frutos agora. Mais vitórias virão”, anima-se.

Largando da pole-position na primeira bateria, Biberg, que tem no Clio número 89 as logomarcas de Open Veículos, Auto Posto Maçarico, Regis Racing e Prado Powerchips, liderou até a quarta volta, quando foi ultrapassado por Cleves Formentão, da Lagarto Motorsport. Duas voltas depois, foi superado também por Ruy Chemin, seu companheiro de equipe na Sorbara Motorsport. Na 17ª volta, um problema no carro de Chemin permitiu-lhe voltar à vice-liderança.

Na prova final, com as primeiras filas do grid revelando a inversão de posições em relação ao resultado anterior, Biberg, que terminou em segundo, teve de largar em quinto. Na largada, superou Júnior Caús, então líder do campeonato. Duas voltas depois, Diego Barroso rodou, fazendo-lhe herdar o terceiro lugar. Jefferson Thomé e Luís Pielak, com o início de uma breve garoa, saíram da pista e deixaram livre o caminho para a liderança do piloto da Sorbara Motorsport.

A vitória na segunda bateria consolidou, também, a vitória na classificação final da segunda etapa do Metropolitano. “É um momento muito gostoso, a vitória estava batendo na trave há tempos, mas não vamos diminuir o ritmo de trabalho por causa disso”, garantiu, planejando uma nova conquista para a terceira etapa, marcada para 1º de junho. “Há mudanças no regulamento técnico, vamos testar o quanto possível para que tudo corra perfeitamente mais uma vez”.

Na classificação do campeonato, Biberg assume a liderança do grupo A passando a somar 71 pontos. Júnior Caús, vencedor da primeira etapa, disputada em 16 de março, abandonou a segunda bateria da prova deste domingo e cai para a vice-liderança, com 55. Os irmãos Ruy e César Chemin aparecem em terceiro, com 38 pontos. Formentão é o quarto, com 36, três a mais que Pielak. Em sexto, empatados com 31, aparecem Thomé e Faust.

No grupo N, com a primeira vitória na temporada, os irmãos Guilherme e Luís Fernando de Conto assumem a liderança, com 70 pontos. Peasson, vencedor da corrida de março, cai para segundo, com 60. Veronese, em terceiro, soma 38. Miguel Laste Thiago Menegaz, com 34 e 32, fecham as cinco primeiras posições na tabela. Joseney Vicente, campeão de 2002, e Oscar Agostinetto, seu parceiro, estão na sexta posição no campeonato, com 29 pontos.

RESULTADOS DA SEGUNDA ETAPA DO METROPOLITANO

Primeira bateria, 29 voltas; média do 1º: 113,44 km/h
1º) Cleves Formentão (Lagarto Motorsport/A), 43min17s890
2º) Ingmar Biberg (Renault Clio/Sorbara Motorsport/A), a 1s020
3º) Júnior Caús (GM Corsa/Caús Motorsport/A), a 15s435
4º) Luís Fernando Pielak (Sérgio Ferrari Racing Team/A), a 27s980
5º) Diego Barroso (Ford Ka/Ferrari Motorsport/A), a 30s550
6º) Jefferson Thomé (VW Gol/Caús Motorsport/A), a 31s902
7º) Guilherme de Conto/Luís Fernando de Conto (GM Chevette/Ferrari Motorsport/N), a 37s047
8º) Jair Peasson (VW Voyage/Sivel Competições/N), a 37s913
9º) Gelson Veronese (VW Voyage/Caús Motorsport/N), a 47s985
10º) Wanderley Faust (GM Corsa Sedan/Sérgio Ferrari Racing Team/A), a 48s703
11º) Oscar Agostinetto/Joseney Vicente (VW Voyage/Stumpf Preparações/N), a 1min07s866
12º) Gilliard Chmiel/Gelmar Chmiel Júnior (VW Voyage/Ribecar/N), a 1 volta
13º) Beto São Judas (VW Gol/Cortina Preparações/N), a 1 volta
14º) Antonio Barroso (VW Voyage/Ferrari Motorsport/N), a 1 volta
15º) Thiago Menegaz (VW Voyage/SpeedCar/N), a 1 volta
16º) Miguel Laste (Ford Escort/SpeedCar/N), a 1 volta
17º) Paulo Vessaro (Fiat Palio/Fipal/A), a 1 volta
18º) César Chemin/Ruy Chemin (VW Gol/Sorbara Motorsport/A), a 2 voltas

NÃO COMPLETARAM
Walter Lima Júnior/André Lima (Ford Escort/Ribecar/N), a 13 voltas
Ary Antonio/Sidney Contessoto (VW Gol/Sérgio Ferrari Racing Team/A), a 21 voltas
Eduardo Biberg Diesel (VW Gol/Ribecar/N), a 21 voltas
Luís Vessaro/Luís Scarpin (VW Voyage/SpeedCar/N), a 24 voltas
NÃO LARGOU
Fabiano Ribeiro (VW Voyage/Ribecar/N)
Melhor volta: Ruy Chemin, na 15ª, 1min20s270, média de 135,98 km/h

Segunda bateria, 29 voltas; média do 1º: 122,58 km/h
1º) Ingmar Biberg (Renault Clio/Sorbara Motorsport/A), 43min02s286
2º) Diego Barroso (Ford Ka/Ferrari Motorsport/A), a 15s324
3º) Wanderley Faust (GM Corsa Sedan/Sérgio Ferrari Racing Team/A), a 22s335
4º) Jefferson Thomé (VW Gol/Caús Motorsport/A), a 24s892
5º) Gelson Veronese (VW Voyage/Caús Motorsport/N), a 31s185
6º) Oscar Agostinetto/Joseney Vicente (VW Voyage/Stumpf Preparações/N), a 31s683
7º) Guilherme de Conto/Luís Fernando de Conto (GM Chevette/Ferrari Motorsport/N), a 32s353
8º) Cleves Formentão (Lagarto Motorsport/A), a 48s369
9º) Gilliard Chmiel/Gelmar Chmiel Júnior (VW Voyage/Ribecar/N), a 1 volta
10º) Thiago Menegaz (VW Voyage/SpeedCar/N), a 1 volta
11º) Beto São Judas (VW Gol/Cortina Preparações/N), a 1 volta
12º) Paulo Vessaro (Fiat Palio/Fipal/A), a 1 volta

NÃO COMPLETARAM
Walter Lima Júnior/André Lima (Ford Escort/Ribecar/N), a 11 voltas
Miguel Laste (Ford Escort/SpeedCar/N), a 12 voltas
Luís Vessaro/Luís Scarpin (VW Voyage/SpeedCar/N), a 13 voltas
Antonio Barroso (VW Voyage/Ferrari Motorsport/N), a 15 voltas
César Chemin/Ruy Chemin (VW Gol/Sorbara Motorsport/A), a 22 voltas
Fabiano Ribeiro (VW Voyage/Ribecar/N), a 25 voltas
Jair Peasson (VW Voyage/Sivel Competições/N), a 25 voltas
Júnior Caús (GM Corsa/Caús Motorsport/A), a 27 voltas
Luís Fernando Pielak (Sérgio Ferrari Racing Team/A), a 28 voltas
Melhor volta: Ingmar Biberg, na 10ª, 1min20s747, média de 135,18 km/h

Somadas as duas baterias, o resultado da segunda etapa do grupo A foi:

1º) Biberg, 41 pontos
2º) Formentão, 33
2º) D. Barroso, 24
4º) Faust, 16
5º) Thomé, 16
6º) Caús, 12
7º) Pielak, 10
8º) P. Vessaro, 9
9º) R. Chemin/C. Chemin, 3

No grupo N, a pontuação do domingo foi a seguinte:

1º) G. de Conto/L. de Conto, 37
2º) Veronese, 36
3º) Agostinetto/Vicente, 27
4º) Chmiel/Chmiel Júnior, 18
5º) Peasson, 17
6º) São Judas, 12
7º) Menegaz, 11
8º) A. Barroso, 4
9º) Laste, 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *