GP2: Em Budapeste, Giacomo Ricci vence pela primeira vez

O italiano Giacomo Ricci (DPR) venceu neste domingo (1º/08), em Hungaroring, na Hungria, a prova de encerramento da 7ª etapa da temporada. Foi a sua primeira vitória na categoria. O alemão Christian Vietoris (Racing Engineering) e o italiano David Valsecchi (iSport) completaram o pódio.

Segundo no grid, Ricci assumiu a ponta na largada, após o pole-position, o romeno Michael Herck, seu parceiro de equipe, ficar parado no grid e ser levado para o pit lane.  O belga Jerome d’Ambrosio (DAMS) ainda pressionou Ricci na primeira curva, com o italiano mantendo a liderança.

Na segunda volta o vice-líder do campeonato, o mexicano Sergio Pérez (Barwa Addax) tentou passar Valsecchi pela 5ª posição, com os dois se tocando e Pérez rodando. O mexicano acabou sendo acertado pelo líder do campeonato, o venezuelano Pastor Maldonado (Rapax), que teve a asa dianteira quebrada. O brasileiro Luiz Razia (Rapax) também acertou Pérez, com ambos abandonando.

Maldonado recebeu uma bandeira preta na 7ª volta, por ignorar a bandeira preta e laranja, e não entrar nos boxes para trocar a peça quebrada.

Com um problema no carro d’Ambrosio abandonou na metade da prova, com Vietoris assumindo a segunda posição, após largar em 7º. Faltando três voltas para o final Valsecchi  ultrapassou o holandês Giedo van der Garde (Barwa Addax), garantindo a última vaga no pódio.

Ricci venceu com sete segundos de vantagem sobre Vietoris, com Valsecchi em 3º. Van der Garde foi o 4º, seguido pelo inglês Oliver Turvey (iSport) e o italiano Luca Filippi (Super Nova), que ficou com o último ponto da prova curta .

Foi a primeira vitoria da DPR desde a Alemanha em 2005, com o francês Oliver Pla.

Envolvidos em acidentes na primeira prova, o frances Jules Bianchi (ART) e o chinês Ho Pin Tung (Dams), não disputaram a prova. Os dois passaram a noite em um hospital. Bianchi fraturou a segunda vértebra lombar, com Tung sofrendo uma fratura mais leve nas costas.  

O brasileiro Alberto Valério (Coloni), foi o 12º colocado.

Maldonado lidera o campeonato com 77 pontos. Pérez é o 2º com 51.

Final:

1 – Giacomo Ricci – DPR – 28 voltas em 42m56s588
2 – Christian Vietoris – Racing Engineering – 7″097
3 – Davide Valsecchi – iSport – 16″712
4 – Giedo Van der Garde – Addax – 19″708
5 – Oliver Turvey – iSport – 20″655
6 – Luca Filippi – Super Nova – 22″383
7 – Dani Clos – Racing Engineering – 26″885
8 – Adrian Zaugg – Trident – 30″078
9 – Charles Pic – Arden – 31″327
10 – Marcus Ericsson – Super Nova – 39″394
11 – Fabio Leimer – Ocean – 40″610
12 – Alberto Valerio – Coloni – 43″010
13 – Johnny Cecotto – Trident – 49″669
14 – Vladimir Arabadzhiev – Coloni – 57″900
15 – Rodolfo Gonzalez – Arden – 1’10″829
16 – Max Chilton – Ocean – 1’11″873

Volta mais rápida: Michael Herck 1’30″764

Abandonos:
Jerome D’Ambrosio – Dams – 12 voltas
Michael Herck – DPR – 9 voltas
Sam Bird – ART – 9 voltas
Michael Herck – DPR – 9 voltas
Sam Bird – ART – 9 voltas
Sergio Perez – Addax – 2 voltas
Luiz Razia – Rapax – 2 voltas
Pastor Maldonado – Rapax – 6 voltas

Campeonato:

1.Maldonado 77; 2.Perez 51; 3.Clos 43; 4.Bianchi 39; 5.Van der Garde 34; 6.Bird 26; 7.Turvey 25; 8.Pic 23; 9.Valsecchi 21; 10.Razia 20. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *