GP2: Punição injusta tira Razia do “top 10” em Spa

Brasileiro faz ultrapassagem irregular, devolve a posição, mas é punido do mesmo jeito pelos comissários, que não viram a manobra

Uma punição mal-aplicada pela direção de prova impediu Luiz Razia de terminar entre os dez melhores na corrida deste sábado da GP2 em Spa-Francorchamps. O baiano, único representante brasileiro no grid da principal porta de acesso à F-1 com a saída de Alberto Valerio, viu sua corrida ruir com um “drive through” recebido dos comissários no meio da prova.

Por pouco, a participação do baiano não foi por água abaixo na segunda curva: depois de fazer uma ótima largada, Razia se deparou com o forte acidente entre Sam Bird e Dani Clos, que levantou voo e quase capotou diante do brasileiro. “Larguei muito bem, tinha subido quatro posições e por causa desse acidente eu perdi as quatro. Eu não vi direito o que houve, mas acabou me atrapalhando. Mas o que realmente atrapalhou foi terem errado a penalização.”

A polêmica se deu na Les Combes, curva localizada logo após a longa reta que sucede a Eau Rouge, logo após o pit stop obrigatório, feito antecipadamente por Razia. “Larguei muito bem, fiz uma estrategia de pit stop cedo, e passei um piloto por fora na Les Combes. A gente meio que perdeu a freada e acabei escapando por fora. Devolvi a posição na curva seguinte, mas a direção de prova não viu que eu fiz isso e me penalizou. Só que agora eles não podem reverter isso”, explica.

“Eles [os comissários] tem mil televisões para analisar e erraram no meu caso”, reclama o piloto da Rapax, que viu nos boxes as chances de uma boa corrida irem para o espaço. “Estava andando forte sempre e não tirei o pé. Cheguei a recuperar 20 segundos para o pelotão da frente, mas perdi 14 com o ‘drive through’. Olhando os tempos, poderia ter chegado fácil entre os dez primeiros. Agora, amanhã, vamos largar e esperar que chova”, completa.

A vitória neste sábado, pela sexta vez nesta temporada, ficou com Pastor Maldonado, atual líder do campeonato, que suportou a forte pressão do português Alvaro Parente nas curvas finais. Romain Grosjean completou o pódio. A corrida complementar em Spa-Francorchamps acontece às 5h35 (de Brasília), com exibição ao vivo do canal pago SporTV.

Luiz Razia e a Casa Filadélfia

Desde a última rodada dupla da GP2, na Hungria, Luiz Razia corre com a logomarca da Casa de Assistência Filadélfia (CAF) em seu carro. Nascida em 1988, a entidade trabalha pela dignidade e inclusão social de crianças, adolescentes e famílias que vivem e convivem com HIV/AIDS e em situação de vulnerabilidade social, contribuindo para a vida participativa em comunidade. Luiz Razia é um dos parceiros do CAF. Para conhecer mais sobre a Casa e seus projetos, acesse www.caf.org.br 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *