GP2 Series: Adrian Quaife-Hobbs vence pela primeira vez

O britânico Adrian Quaife-Hobbs (Hilmer Motorsports), venceu neste domingo (08/09), em Monza, na Itália, a prova curta da 9ª etapa da temporada. Foi a primeira vitória de Quaife-Hobbs na categoria. O norte-americano Alexander Rossi (EQ8 Caterham Racing) e o colombiano Julián Leal (Racing Engineering) completaram o pódio.

Com pista molhada, o pole-position, o norte-americano Alexander Rossi (EQ8 Caterham Racing) não largou bem, caindo para quinto. Quaife-Hobbs assumiu a ponta, ganhando vantagem com a disputa entre Leal, o britânico Sam Bird (Russian Time)e o monegasco Stephane Richelmi (DAMS). Leal se deu melhor, com Bird dando uma escapada da pista, acertando Richelmi, que foi para os boxes, trocar a asa dianteira.

Na 7ª volta, a chuva voltou, deixando todos na duvida em trocar ou não os pneus para os de chuva. O britânico James Calado (ART), que havia ficado parado na terceira posição do grid na largada, arriscou, trocando para os de chuva.

Com a pista escorregadia, Leal e Bird escaparam, com Rossi superando os dois, e indo para segundo. A chuva parou novamente, com Quaife-Hobbs e Rossi passando a alternar voltas mais rápidas, mas com o britânico mantendo o controle da prova.

Quaife-Hobbs venceu de ponta a ponta, com 1s8 de vantagem sobre Bird. Leal fechou o pódio.

O francês tom Dilmann (Russian Time) foi o quinto, seguido pelo suíço Fabio Leimer (Racing Engineering) e o indonésio Rio Haryanto (Barwa Addax). O venezuelano Johnny Cecotto Jr. (Arden) fechou a zona de pontos da prova curta.

O brasileiro Felipe Nasr (Carlin) terminou na 12ª posição, e saiu sem pontos da etapa.  O monegasco Stefano Coletti (Rapax) emendou a sexta prova consecutiva sem pontos, com o 13 lugar. Ele caiu da liderança do campeonato para a terceira posição.

Leimer lidera o campeonato com 159 pontos, seis a mais do que Bird. Coletti soma 135, seguido por Nasr com 130.

A próxima etapa, no Circuito de Marina Bay, em Cingapura, acontece entre os dias 20 e 22 de setembro.

Final:

1. #22 Adrian Quaife-Hobbs Hilmer Motorsport 21 voltas em 32:51.149
2. #15 Alexander Rossi EQ8 Caterham Racing + 1.849
3. #7 Julián Leal Racing Engineering + 4.335
4. #11 Sam Bird Russian Time + 5.468
5. #12 Tom Dillmann Russian Time + 8.636
6. #8 Fabio Leimer Racing Engineering + 12.037
7. #17 Rio Haryanto Barwa Addax + 14.899
8. #5 Johnny Cecotto Jr. Arden + 17.338
9. #26 Dani Clos MP Motorsport + 17.842
10. #10 Jolyon Palmer Carlin + 23.973
11. #14 Sergio Canamasas EQ8 Caterham Racing + 25.646
12. #9 Felipe Nasr Carlin + 26.088
13. #18 Stefano Coletti Rapax + 26.553
14. #24 Rene Binder Venezuela GP Lazarus + 28.119
15. #6 Mitch Evans Arden + 28.504
16. #19 Simon Trummer Rapax + 29.004
17. #23 Jon Lancaster Hilmer Motorsport + 29.588
18. #16 Jake Rosenzweig Barwa Addax + 36.746
19. #27 Daniël de Jong MP Motorsport + 43.458
20. #25 Vittorio Ghirelli Venezuela GP Lazarus + 47.238
21. #20 Nathanaël Berthon Trident Racing + 50.257
22. #4 Daniel Abt ART GP + 72.318
23. #1 Marcus Ericsson DAMS + 1 volta
24. #21 Sergio Campana Trident Racing + 1 volta
25. #2 Stéphane Richelmi DAMS + 1 volta
26. #3 James Calado ART GP + 2 volta

volta mais rápida:
#8 Fabio Leimer Racing Engineering 1:32.749 (139.716mph) na volta 21

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *