GP2 Series: Alexander Rossi e Mitch Evans vencem em Monza

O norte-americano Alexander Rossi (Racing Engineering) e o noezelandes Mitch Evans (RUSSIAN Time) foram os vencedores da oitava etapa da temporada, disputada em Monza, na Itália.

Prova 1:

No sábado (05/09) Rossi venceu a primeira prova. Líder do campeonato, o belga Stofel Vandoorne (ART Grand Prix) e Evans completaram o pódio.

Pole-position, o francês Pierre Gasly (DAMS) manteve a ponta na largada, seguido pelo parceiro de equipe, o britânico Alex Lynn, o russo Sergey Sirotkin (Rapax), Vandoorne e Rossi, que ganhou três posições.

Logo na segunda volta, o Safety-Car foi acionado, após a batida do holandês Meindert van Buuren (MP) na chicane Ascari. 

Logo que a bandeira verde foi agitada, Vandoorne entrou nos boxes, para a troca de pneus obrigatória. Gasly entrou nos boxes duas voltas depois, mas um pneu mal encaixado acabou com a prova do francês.

Sirotkin assumiu a liderança, mas não demorou e Vandoorne superou o russo, e assumiu a liderança. Na volta seguinte, Lynn tentou passar Vandoorne, errou a freada e perdeu o controle do carro, acertando Sirotkin. Ambos abandonaram.

Vandoorne era o líder, seguido por Rossi, que diminuía a diferença volta a volta. Na penúltima volta, o norte-americano superou o piloto de testes da McLaren, para vencer com 1s2 de vantagem sobre Vandoorne.

O francês Noman Nato (Arden International) terminou em terceiro. Mas recebeu uma punição uma punição de cinco segundos, por excesso de velocidade nos pits. Evans herdou a última vaga no pódio.

O neozelandês Richie Stanaway (Status Grand Prix) foi o quarto, seguido pelo russo Artem Markelov (RUSSIAN TIME) seguido por Nato e o francês Arthur Pic (Campos Racing). O britânico (King Racing Engineering), o romeno Robert Visoiu (Rapax) e o austríaco Rene Binder (MP Motorsport) fecharam a zona de pontos.

O brasileiro André Negrão (Arden International) terminou na 14ª posição. 

Final, prova 1:

1 A. Rossi Racing Engineering 30 voltas em 49:32.084

2 S. Vandoorne ART Grand Prix a 1.275

3 M. Evans RUSSIAN TIME 15.094

4 R. Stanaway Status Grand Prix 17.784

5 A. Markelov RUSSIAN TIME 18.198

6 N. Nato Arden International 18.382

7 A. Pic Campos Racing 18.842

8 J. King Racing Engineering 19.862

9 R. Visoiu Rapax 22.083

10 R. Binder MP Motorsport 22.556

11 S. Canamasas Daiko Team Lazarus  30.868

12 J. Leal Carlin 32.871

13 R. Haryanto Campos Racing 36.041

14 A. Negrão Arden International 36.166

15 R. Marciello Trident 37.170

16 S. Trummer Hilmer Motorsport 37.541

17 P. Niederhauser Daiko Team Lazarus 45.741

18 J. Cecotto Trident 46.250

19 J. Mardenborough Carlin 48.908

Abandonos:

S. Sirotkin Rapax 15 voltas

A. Lynn DAMS 13

P. Gasly DAMS 10

N. Matsushita ART Grand Prix 9

M. Stöckinger Status Grand Prix 9

M. Van Buuren MP Motorsport 2

Prova 2:

Neste domingo (06/09), Evans venceu a prova curta. Pic e Vandoorne completaram o pódio.

Logo na primeira chicane, o pole King e Nato se enroscaram, com ambos abandonando. Pic assumiu a liderança, seguido por Stanaway, que não demorou e foi superado por Evans e Vandoorne.

Na sexta volta Rossi, em disputa de posição com Visiou, levou um toque do romeno e rodou. Ambos abandonaram. O Safety-Car foi acionado por um breve momento. 

Com a prova reiniciada, Pic, Evans e Vanddorne andavam colados. Até que na penúltima volta, Evans ultrapassou Pic, e assumiu a liderança. 

Evans recebeu a bandeirada com apenas 0s7 de vantagem sobre Pic. Vandoorne foi o terceiro.

Stanaway terminou em quarto, seguido por Sirotkin e o espanhol Sergio Canamasas (Daiko Team Lazarus). O italiano Raffaele Marciello (Trident) e Binder fecharam a zona de pontos da prova curta. 

Negrão terminou na 18ª posição.

Vandoorne lidera o campeonato com 261 pontos. Rossi em segundo soma 153.

A próxima etapa, em Sochi na Rússia, acontece entre os dias 10 e 11 de outubro.

Final, prova 2:

1 M. Evans RUSSIAN TIME 21 voltas em 34:17.890

2 A. Pic Campos Racing 0.707

3 S. Vandoorne ART Grand Prix 1.066

4 R. Stanaway Status Grand Prix 7.623

5 S. Sirotkin Rapax 8.871

6 S. Canamasas Daiko Team Lazarus 11.895

7 R. Marciello Trident 12.150

8 R. Binder MP Motorsport 13.241

9 A. Markelov RUSSIAN TIME 13.625

10 J. Leal Carlin 14.352 

11 A. Lynn DAMS 14.502

12 R. Haryanto Campos Racing 15.250

13 P. Gasly DAMS 15.672

14 J. Cecotto Trident 17.686

15 N. Matsushita ART Grand Prix 22.464  

16 S. Trummer Hilmer Motorsport 23.094

17 P. Niederhauser Daiko Team Lazarus 25.186

18 A. Negrão Arden International 25.570

19 M. Stöckinger Status Grand Prix 26.228

20 J. Mardenborough Carlin 35.277

Abandonos:

R. Visoiu Rapax 6

A. Rossi Racing Engineering 6

J. King Racing Engineering 1

N. Nato Arden International 0

Campeonato:

1 – Stoffel Vandoorne – 261

2 – Alexander Rossi – 153

3 – Sergey Sirotkin – 115

4 – Rio Haryanto – 109

5 – Mitch Evans – 89

6 – Alex Lynn – 86

7 – Pierre Gasly – 65

8 – Raffaele Marciello – 60

9 – Arthur Pic – 57

10 – Nobuharu Matsushita – 48

11 – Artem Markelov – 47

12 – Jordan King – 46

13 – Richie Stanaway – 42

14 – Julian Leal – 38

15 – Sergio Canamasas – 27

16 – Nathanael Berthon – 24

17 – Robert Visoiu – 20

18 – Norman Nato – 20

19 – Nick Yelloly – 19

20 – Oliver Rowland – 3

21 – André Negrão – 3

22 – Rene Binder – 2

23 – Daniel de Jong – 1

24 – Gustav Malja – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *