GP2 Series: Bruno Senna correrá pela equipe campeã da GP2 em 2008

Piloto assina com a iSport e disputará também série asiática da categoria.



A iSport International será a equipe de Bruno Senna na luta pelo título da Fórmula GP2 em 2008. O acordo entre a atual campeã da divisão de acesso à Fórmula 1 e o piloto foi confirmado nesta quarta-feira. “Vejo em Bruno uma daquelas personalidades singulares com determinação para chegar ao topo do automobilismo”, justificou Paul Jackson, diretor-geral da iSport. “Estou feliz que tudo tenha dado certo. A iSport tem todas as condições de me permitir brigar por vitórias e pelo campeonato”, comemorou Bruno. Além de disputar o campeonato regular, cujo calendário acompanha a maioria das etapas da Fórmula 1, Bruno participará também da série complementar GP2 Ásia, composta de cinco rodadas duplas em Dubai (abertura e fechamento), Indonésia, Malásia e Bahrein com largada prevista para 25 de janeiro. Os GPs da Malásia e do Bahrein serão realizados conjuntamente com a Fórmula 1.

Com 24 anos e apenas três completos no automobilismo, Bruno Senna terminou em 8º na primeira temporada da Fórmula GP2 em 2007. Foi a melhor estréia de um brasileiro desde o lançamento da categoria em 2005, abrilhantada pela vitória em Barcelona logo na terceira etapa. Os terceiros lugares em Magny-Cours (França) e Monza (Itália) foram outros pontos altos da campanha em que a meta estabelecida desde o início foi terminar entre os Top 10.

A iSport conquistou os títulos de equipe, encerrando o domínio de dois anos da bicampeã ART GP, e de pilotos, com o alemão Timo Glock, que correrá pela Toyota na Fórmula 1 em 2008. Foi testando pela iSport nos ensaios de inverno em outubro que Bruno estabeleceu novo recorde da GP2 em Jerez de la Frontera (Espanha) e reforçou o interesse do time pela sua contratação. “O carro da iSport é muito bom, como eu sempre soube, e meu entendimento com os técnicos foi imediato.” O dirigente da iSport, no entanto, lembrou que a velocidade foi apenas um dos pontos positivos revelados por Bruno. “Ele foi veloz e consistente na simulação de corrida. As informações que transmitiu aos engenheiros confirmaram nossa impressão de que Bruno pode correr regularmente na frente. Depois de um ano de duro aprendizado, está pronto para ser um real competidor pelo título”, assegurou.

Bruno conta com a força da equipe para aproximá-lo da Fórmula 1. A oportunidade sonhada dependerá de um bom desempenho num ano de mudanças na GP2. Um chassi Dallara totalmente revisado substituirá o modelo usado desde a criação da série e que já cumpriu o cronograma estabelecido pelos organizadores. O chassi de 2007, no entanto, será utilizado na GP2 Ásia, torneio que terá peso fundamental no plano de carreira de Bruno. “Como não são todos os pilotos que farão os dois campeonatos, essa é uma vantagem a meu favor”, reconheceu Bruno, que deverá correr pelo menos 33 grandes prêmios em 2008. “A série asiática da GP2 será de grande utilidade para Bruno e para a equipe. A quilometragem que completará vai deixá-lo afiado e esse período também será importante na construção do relacionamento humano, importante sobretudo naquelas fases difíceis que ocasionalmente precisaremos superar”, continuou Jackson.

A iSport não esconde a ansiedade pelo início da próxima temporada. “Embora tenha menos rodagem que a maioria dos demais pilotos, ele claramente já mostrou a inteligência e a maturidade que serão vitais no momento de assumir o desafio que terá pela frente”, concluiu Jackson.

A estréia oficial de Bruno como piloto da iSport está marcada para 18 de janeiro, primeiro dos quatro dias de treinos coletivos da GP2 Ásia em Dubai que antecederão a prova inaugural no mesmo circuito dos Emirados Árabes Unidos.

Foto: Sutton Images

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *