GP2 Series: Fabio Leimer vence abertura da temporada em Sepang

O suíço Fabio Leimer (Racing Engineering) venceu neste sábado (23/03), em Sepang, na Malásia, a prova de abertura da temporada. Fo ia sua primeira vitória desde Barcelona em 2011. O britânico James Calado (ART) e o monegasco Stefano Coletti (Rapax) completaram o pódio.

Na largada, o pole-position Coletti manteve a ponta, com Leimer saindo da quarta para a segunda posição. Calado passou o brasileiro Felipe Nasr (Carlin), indo para terceiro, com Nasr também sendo superado pelo neozelandês Mitch Evans (Arden International). Pouco depois Calado deu uma escorregada, perdendo a posição para Evans.

Coletti não conseguiu abrir vantagem sobre Leimer, com Evans começando a perder rendimento, e posições. Na sexta volta o neozelandês foi para os boxes, colocar pneus duros. Na mesma volta Coletti parou, trocando os pneus macios pelos duros.

Com pista livre, Leimer acelerou para abrir vantagem, entrando nos boxes somente na 11ª volta, junto com Calado. Contudo Leimer voltou à pista atrás de Coletti.

O britânicos Sam Bird (Russian Time) e Jolyon Palmer (Carlin), sem parar nos boxes, assumiram as primeiras posições. Bird levou um drive-through, por ignorar bandeiras amarelas, com Palmer assumindo a ponta. Somente na 21ª volta Palmer foi para os boxes, trocar os pneus.

Coletti e Leimer então voltaram a disputar a liderança, com o monegasco começando a sofrer com o desgaste com dos pneus. Faltando quatro voltas para o final, depois de travar os pneus por várias vezes, Coletti foi ultrapassado por Leimer na curva um. Na sequencia Calado também superou Coletti.

Leimer venceu com dois segundos de vantagem sobre Calado. Coletti foi o terceiro.

Nasr terminou em quarto, seguido pleo colombiano Julian Leal (Racing Engineering) e Palmer. Bird foi o sétimo, seguido pelo monegasco Stéphane Richelmi (DAMS), que garantiu a pole para a segunda prova com o grid dos oito primeiros invertido. O suíço Simon Trummer (Rapax) e Evans fecharam a zona de pontos.

Após a prova, o britânico Adrian Quaife-Hoobs (MP Motorsport) foi punido com um drive-through, pela colisão com o parceiro de equipe, o holandês Daniel de Jong, provocando o abandono de ambos. Com isso o Campeão da AutoGP em 2012 alinha na última posição na prova curta, no domingo.

Final:

1 F. Leimer Racing Engineering 31 voltas em 57:49.385
2 J. Calado ART Grand Prix a 2.045    
3 S. Coletti Rapax a 11.271    
4 F. Nasr Carlin a 12.810    
5 J. Leal Racing Engineering a 28.837
6 J. Palmer Carlin a 34.209    
7 S. Bird RUSSIAN TIME a 41.183    
8 S. Richelmi DAMS a 58.941    
9 S. Trummer Rapax a 62.853    
10 M. Evans Arden International a 73.730    
11 R. Binder Venezuela GP Lazarus a 76.137    
12 J. Cecotto Arden International a 78.357    
13 C. Daly Hilmer Motorsport a 80.096    
14 T. Dillmann RUSSIAN TIME a 81.812    
15 P. Varhaug Hilmer Motorsport a 83.754    
16 K. Giovesi Venezuela GP Lazarus a 95.775    
17 K. Ceccon Trident Racing a 97.928    
18 J. Rosenzweig Barwa Addax Team a 103.252
19 S. Canamasas Caterham Racing a 120.257    
20 R. Haryanto Barwa Addax Team a 1 volta   
21 Q. MA Caterham Racing a 1 volta    
Abandonos:

N. Berthon Trident Racing 19    
D. Abt ART Grand Prix 9    
D. De Jong MP Motorsport 3    
A. Quaife-Hobbs MP Motorsport 3    
M. Ericsson DAMS 0    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *