GP2 Series: FIA investigará acidente com cão em prova na Turquia

O acidente provocado pela entrada de um cachorro na pista durante a disputa da etapa deste domingo da GP2 no circuito de Istambul levou o diretor de provas da Fórmula 1, Charlie Whiting, a solicitar uma verificação na segurança da pista.

O animal foi atropelado pelo brasileiro Bruno Senna. Além da morte do cachorro, o carro de Bruno sofreu avarias na suspensão e asa dianteiras e, por sorte, não houve conseqüências maiores para o piloto, que conseguiu levar o carro para os boxes sem novos incidentes.


O animal atropelado não foi o único visto andando solto no circuito, o que exigiu a intervenção do safety car na pista até que a situação fosse controlada. Para a disputa do Mundial de Fórmula 1, momentos depois da GP2, os procedimentos de segurança foram redobrados para que não houvesse outras ocorrências.


Em um comunicado oficial divulgado pouco depois da prova da GP2, Whiting informa as medidas adotadas. Confira a íntegra da nota:


Seguindo a infração do Artigo 30.16 do Regulamento Esportivo da GP2 2008, envolvendo cachorros na pista durante a corrida 2 da GP2 hoje, eu lembrei formalmente os responsáveis pela pista e os organizadores de suas responsabilidades e do quão seriamente a FIA via este incidente.


Como resultado, dei instruções para que todos os portões externos fossem checados e tivessem segurança, que antes da corrida da F-1 desta tarde as autoridades responsáveis deveriam verificar todo o circuito e retirar outros animais. Por fim, todos os pontos internos de acesso à pista foram fechados e monitorados durante a corrida. Finalmente, dada à seriedade do assunto enviarei um relatório oficial à FIA.


O artigo citado por Whiting estabelece que apenas os animais autorizados diretamente pela Federação Internacional podem ficar na área do circuito para uso na segurança. Qualquer outro é proibido tanto na área da pista, paddock ou em qualquer outra área destinada ao público.
 
 
Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *