GP2 Series: Pastor Maldonado vence a segunda prova em Monte Carlo

O venezuelano Pastor Maldonado, da ART, venceu neste sábado (23/05), a prova de encerramento da segunda rodada dupla da temporada, em Monte Carlo, Mônaco. O belga Jerome D’Ambrosio, da Dams, e o alemão Nico Hulkenberg, parceiro de Maldonado, completaram o pódio.

Na largada o indiano Karun Chandhok, da Ocean, superou Maldonado, o pole-position. Chandhok abriu uma confortável vantagem na liderança, e caminhava para a vitória, quando seu carro teve problemas, parando na pista, na 20ª volta. Maldonado assumiu a ponta, com o Safety-Car sendo acionado e juntando o pelotão.

Cinco voltas depois, o líder do campeonato, o francês Romain Grosjean, da Barwa Addax, pressionava Andreas Zuber, da FMSI, quando tocou no carro do austríaco. Grosjean acabou na barreira da curva da Tabacaria, com o carro de segurança retornando a pista. Com a quantidade de destroços espalhados, e faltando apenas duas voltas para o termino, a direção da prova mostrou a bandeira vermelha e logo depois encerrou a prova, com vitória de Maldonado, seguido por d’Ambrosio e Hulkenberg.

O brasileiro Lucas di Grassi, da Racing Engineering, foi novamente o 4º. Zuber, que por incrível que pareça não teve o carro danificado no toque com Grosjean, chegou m 5º, com o russo Vitaly Petrov, da Barwa Addax, completando a zona de pontuação da prova curta. Com a melhor volta Petrov ganhou mais um ponto.

Dos outros três brasileiros na corrida, dois receberam a bandeirada. Luiz Razia, da FMSI, foi 10º, com Diego Nunes, da iSport, na 14ª posição. Alberto Valério, da Piquet GP, abandonou na 23ª volta.

Grosjean lidera o campeonato com 31 pontos. Petrov e d’Ambrosio, com 18, dividem a vice-liderança. Com oito pontos, di Grassi é o 6º.
Final:

1 – Pastor Maldonado – ART – 27 voltas
2 – Jerome D’Ambrosio – Dams – 1.505
3 – Nico Hulkenberg – ART – 3.545
4 – Lucas Di Grassi – Racing Engineering – 4.480
5 – Andreas Zuber – FMSI – 6.494
6 – Vitaly Petrov – Addax – 9.349
7 – Davide Rigon – Trident – 10.448
8 – Javier Villa – Super Nova – 53.234
9 – Sergio Perez – Arden – 56.237
10 – Luiz Razia – FMSI – 57.770
11 – Giedo Van Der Garde – iSport – 58.582
12 – Kamui Kobayashi – Dams – 59.696
13 – Edoardo Mortara – Arden – 1:03.710
14 – Diego Nunes – iSport – 1:04.840
15 – Nelson Panciatici – Durango – 1:07.681

Volta mais rápida – Vitaly Petrov, 1:22.045

Abandonos:

Michael Herck – DPR – 26 voltas
Romain Grosjean – Addax – 25 voltas
Davide Valsecchi – Durango – 25 voltas
Dani Clos – Racing Engineering – 23 voltas
Alberto Valerio – Piquet GP – 23 voltas
Luca Filippi – Super Nova – 23 voltas
Karun Chandhok – Ocean – 21 voltas
Giacomo Ricci – DPR – 18 voltas
Alvaro Parente – Ocean – 15 voltas
Roldan Rodriguez – Piquet GP – 2 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *