GP2 Series: Stoffel Vandoorne vence em Monza

O belga Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) venceu neste sábado (06/09), em Monza, na Itália, a prova longa da nona etapa da temporada. Foi a terceira de Vandoorne no ano. O francês Arthur Pic (Campos Racing) e o neozelandês Mitch Evans (Russian Time) completaram o pódio.

Pole-position, Vandoorne manteve a ponta na largada, seguido por Pic, Evans. O monegasco Stephane Richelmi (DAMS) aproveitou que o suíço Simon Trummer (Rapax) e Raffaele Marciello (Racing Engineering) ficaram parados no grid, e assumiu a quarta posição. Os dois carros parados provocaram uma enorme confusão no meio do pelotão. Vários carros saíram da pista, entre eles o do brasileiro André Negrão (Arden International). Logo na segunda volta dois acidentes separados, eliminaram quatro carros da prova. 

Com a maioria largando com os pneus macios, os pilotos passaram a conservar os pneus. Antes da abertura da janela de paradas, para a troca pelos pneus duros.

Na 19ª volta, em uma disputa por posição tripla, entre a dupla da Carlin, o brasileiro Felipe Nasr e o colombiano Julian Leal, o alemão Daniel Abt (Hilmer) saiu da pista na Lesmo, e abandonou. Leal levou um drive-through pelo incidente.

Quando o norueguês Marco Sorensen (MP Motorsport) e o britânico Jolyon Palmer (DAMS), líder do campeonato e que largou em último, foram para os boxes, na 20ª volta, Vandoorne retomou a liderança.

No final, o belga (piloto de testes da McLaren na F-1), recebeu a bandeirada com apenas 0s6 de vantagem sobre Pic. Evans foi o terceiro.

Richelmi foi o quarto, seguido por Negrão, que conquistou o seu melhor resultado até aqui na categoria. Nasr terminou em sexto, seguido por Sorensen e Palmer (que com o grid invertido dos oito primeiros, alinha na pole para a prova curta de domingo).

O monegasco Stefano Coletti (Racing Engineering) e o venezuelano Johnny Cecotto Jr. (Trident) completaram os dez primeiros.

Palmer lidera o campeonato com 216 pontos, seguido por Nasr com 186 e Vandoorne com 164.

Final:

1. Stoffel Vandoorne ART Grand Prix 30 voltas em 48:02.203
2. Arthur Pic Campos Racing + 0.673
3. Mitch Evans Russian Time + 4.102
4. Stéphane Richelmi DAMS + 9.502
5. André Negrao Arden International + 11.140
6. Felipe Nasr Carlin + 11.605

7. Marco Sorensen MP Motorsport + 14.458
8. Jolyon Palmer DAMS + 15.049
9. Stefano Coletti Racing Engineering + 16.704
10. Johnny Cecotto Jr. Trident + 17.164
11. Adrian Quaife-Hobbs Rapax + 25.885
12. Jon Lancaster Hilmer Motorsport + 29.125
13. Nathanaël Berthon Venezuela GP Lazarus + 29.928
14. Julian Leal Carlin + 44.529
15. Sergio Campana Venezuela GP Lazarus + 49.032
16. Rio Haryanto EQ8 Caterham Racing + 57.081
17. Pierre Gasly EQ8 Caterham Racing + 57.868
18. Sergio Canamasas Trident + 63.139
19. Simon Trummer Rapax + 70.746
20. Rene Binder Arden International + 73.478
21. Artem Markelov Russian Time + 1 volta

Abandonos:

Daniel Abt Hilmer Motorsport 19 voltas
Takuya Izawa ART Grand Prix 2 voltas
Raffaele Marciello Racing Engineering 2 voltas
Kimiya Sato Campos Racing 2 voltas
Daniel De Jong MP Motorsport 2 voltas

Volta mais rápida:

Julian Leal Carlin 1:33.473 (138.633mph)na volta 30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *