GP2 Series: Stoffel Vandoorne vence primeira prova no Bahrein

O belga Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) venceu neste sábado (05/04), no circuito de Sakhir, no Bahrein, a primeira prova da etapa de abertura da temporada. Vandoorne venceu em sua estreia na categoria. O colombiano Julian Leal (Carlin) e o britânico Jolyon Palmer (DAMS) completaram o pódio.

Na primeira curva Vandoorne superou o pole Palmer, assumindo a liderança. Os monegascos Stéphane Richelmi (DAMS) e Stefano Coletti (Racing Engineering) superaram Palmer e o alemão Daniel Abt (Hilmer Motorsport) terceiro no grid.

Logo na segunda volta, o japonês Kimiya Sato (Campos Racing) colidiu com o zimbabuano Axcil Jefferies (Trident) que acertou a barreira de pneus. O safety-car foi acionado, provocando várias estratégias de parada nos boxes, para a troca dos pneus. A maioria alinhou com os pneus macios.

Assim que a prova recomeçou, a janela para a parada nos boxes foi aberta, com vários pilotos entrando nos pits. Vandoorne parou três voltas depois, retornando a frente de Palmer (parou na 7ª volta), que recuperou posições após a péssima largada.

Após ficar parado antes da formação do grid, e largar com pneus duros do pit lane, o suíço Simon Trummer (Rapax) assumiu a ponta na 18ª volta. Trummer entrou nos pits apenas na penúltima volta.

Com a parada do suíço, Vandoorne retomou a ponta, para vencer com 1s5 de vantagem sobre Leal. Palmer perdeu rendimento no final, e teve que conter os avanços de Coletti nas voltas finais.

O estreante francês Arthur Pic (Campos Racing) aproveitou a queda do rendimento de vários carros no final, para terminar em quinto. O japonês Takuya Izawa (ART Grand Prix), outro estreante, largou do final do pelotão, mas com a estratégia de retardar a parada ao máximo, aproveitou os pneus novos, para receber a bandeirada em sexto.

Trummer foi o sétimo, seguido pelo brasileiro Felipe Nasr (Carlin). A equipe de Nasr errou a estratégia de parada, e ele retornou a pista no meio do pelotão. A oitava posição garantiu a Nasr a pole para a segunda prova (Os oito primeiros invertidos).

O austríaco Rene Binder (Arden International) e britânico Adrian Quaife-Hobbs (Rapax) completaram a zona de pontos.

O brasileiro André Negrão (Arden Motorsport), estreando na categoria, terminou em 20º lugar. Nas primeiras voltas, Negrão levou um toque do argentino Facu Regalia (Hilmer Motorsport), e teve o pneu dianteiro esquerdo furado.

Final:

1. #10 Stoffel Vandoorne ART Grand Prix 32 voltas em 59:57.411
2. #4 Julian Leal Carlin + 1.551s
3. #7 Jolyon Palmer DAMS + 5.880s
4. #6 Stefano Coletti Racing Engineering + 6.317s
5. #26 Arthur Pic Campos Racing + 15.100s
6. #9 Takuya Izawa ART Grand Prix + 21.729s
7. #15 Simon Trummer Rapax + 21.979s
8. #3 Felipe Nasr Carlin + 24.425s
9. #16 Rene Binder Arden International + 24.861s
10. #14 Adrian Quaife-Hobbs Rapax + 26.194s
11. #20 Daniel De Jong MP Motorsport + 27.034s
12. #25 Conor Daly Venezuela GP Lazarus + 31.931s
13. #11 Daniel Abt Hilmer Motorsport + 36.231s
14. #1 Mitch Evans Russian Time + 36.997s
15. #2 Artem Markelov Russian Time + 41.030s
16. #18 Rio Haryanto EQ8 Caterham Racing + 41.714s
17. #21 Jon Lancaster MP Motorsport + 42.412s
18. #5 Raffaele Marciello Racing Engineering + 46.849s
19. #8 Stéphane Richelmi DAMS + 49.656s
20. #17 André Negrao Arden International + 62.346s
21. #23 Johnny Cecotto Jr. Trident + 73.454s
22. #19 Alexander Rossi EQ8 Caterham Racing + 94.560s

Retirements

#24 Nathanaël Berthon Venezuela GP Lazarus 30 voltas
#27 Kimiya Sato Campos Racing 27 voltas
#22 Axcil Jefferies Trident 2 voltas
#12 Facu Regalia Hilmer Motorsport 2 voltas

Volta mais rápida

#2 Artem Markelov Russian Time 1:43.604s (116.851mph) na volta 24

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *