GP2 Series: Surpreendente vitória de Vitaly Petrov em Valência

O russo Vitaly Petrov, da Campos, venceu neste sábado ( 23/08), a 15º prova da temporada, em Valência, na Espanha, válida pela abertura da 8º etapa do campeonato. Foi a segunda vitória de Petrov na categoria. O venezuelano Pastor Maldonado, da Piquet Sports, foi o 2º, com o francês Romain Grosjean, da ART, completando o pódio.

Com uma chuva fraca caindo nas ruas de Valência, os pilotos largaram com pneus slicks. Pole-position Pantano, da Racing Engineering, manteve a liderança, com Petrov passando Maldonado. Os japoneses Kamui Kobayashi, da Dams e Sakon Yamamoto, da ART, bateram; com o safety-car entrando na pista na 2º volta, para retirar o carro de Kobayashi. Yamamoto retornou a prova. O brasileiro Alberto Valério, da Durango, abandonou com problemas no carro.


A chuvinha parou e a prova recomeçou na 3º volta. Duas voltas depois os pilotos começaram a ir aos boxes, fazer a parada obrigatória. O brasileiro Bruno Senna, da isport, parou na 10º volta, Petrov na 13º, Pantano na seguinte e o brasileiro Lucas  di Grassi, da Campos, na 15º.


Com as paradas Pantano voltou a liderança seguido por Petrov, Grosjean, Maldonado e Senna. O austríaco Andreas Zuber, da Piquet Sports, perdeu o controle do carro em uma curva, bateu no muro e abandonou na 24º volta.


Com Pantano tranqüilo na frente e Petrov em 2º, Maldonado e Grosjean passaram a lutar pelo terceiro lugar. O venezuelano superou o francês, que pouco depois retomou a posição. Na volta seguinte os carros se tocaram e Maldonado assumiu a terceira posição.


O líder da temporada seguia para a vitória quando o improvável aconteceu. Pantano ficou sem gasolina na última volta, sem sequer conseguir cruzar a linha de chegada. A vitória caiu no colo de Petrov, a sua primeira no ano, seguido por Maldonado e Grosjean. Di Grassi terminou em 5º, seguido pelo belga Jerome D’Ambrosio, da Dams, o suíço Sébastien Buemi, da Arden e o espanhol Andy Soucek, da Super Nova. O italiano Luca Filippi, da Arden, em 8º, garantiu a pole-position para a prova curta de domingo (24/08).


Bruno Senna que vinha na 5º posição, também ficou sem gasolina, se arrastando na pista, cruzando na 9º posição, fora da zona de pontos. O brasileiro Diego Nunes, da DPR terminou em 10º, com o compatriota Carlos Iaconelli, da BCN, também ficando sem gasolina e chegando na 17º posição.


Pantano manteve os 67 pontos no campeonato, assim como Senna, que soma 58. Di Grassi foi a 44, na 3º posição.


Final:


1 – Vitaly Petrov – Campos – 34 voltas em 1.03’25″719
2 – Pastor Maldonado – Piquet – 0″868
3 – Romain Grosjean – ART – 4″447
4 – Lucas Di Grassi – Campos – 28″038
5 – Jerome D’Ambrosio – Dams – 28″736
6 – Sebastien Buemi – Arden – 28″855
7 – Andy Soucek – Super Nova – 36″960
8 – Luca Filippi – Arden – 45″390
9 – Bruno Senna – iSport – 48″177
10 – Diego Nunes – DPR – 56″935
11 – Adrian Valles – BCN – 59″149
12 – Michael Herck – DPR – 1’03″604
13 – Carlos Iaconelli – BCN – 1’12″716


Volta mais rápida: Giorgio Pantano 1’46″791


Abandonos:
Giorgio Pantano – 33 voltas
Karun Chandhok – 33 voltas
Alvaro Parente – 32 voltas
Davide Valsecchi – 29 voltas
Andreas Zuber – 24 voltas
Sakon Yamamoto – 9 voltas
Mike Conway – 1 volta
Javier Villa – 0 volta
Roldan Rodriguez – 0 volta
Alberto Valerio – 0 volta
Ho Pin Tung – 0 volta
Kamui Kobayashi – 0 volta
Marko Asmer – 0 volta


Campeonato:


1.Pantano 67; 2.Senna 58; 3.Di Grassi 44; 4.Grosjean 42; 5.Buemi 37; 6.Maldonado 35; 7.Zuber 32; 8.Chandhok 31; 9.Petrov 30; 10.Parente 26; 11.Conway 18; 12.Soucek 11; 13.Kobayashi 9; 14.Tung, D’Ambrosio 7; 16.Filippi, Rodriguez, Villa 6; 19.Buurman, Valles 5; 21.Valsecchi, Yamamoto 3; 23.Hanley, Carroll 1.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *