GP3 Series: Alex Lynn é campeão de 2014

O britânico Alex Lynn (Carlin) sagrou-se Campeão da temporada 2014 da GP3 Series, após a disputa da última etapa do ano, no circuito de Yas Marina, em Abu Dhabi.

As vitórias na etapa final ficaram com os britânicos Dean Stoneman (Koiranen) e Nick Yelloly (Status).

Prova 1:

No sábado (22/11) Stoneman venceu a primeira prova. Foi a sua quinta vitória no ano. O alemão Marvin Kirchhofer e o britânico Dino Zamparelli, parceiros na ART, completaram o pódio.

Logo na primeira curva, Stoneman superou o pole Kirchhofer e assumiu a liderança da prova. Zamparelli era o terceiro.

Um toque entre o finlandês Patrick Kujala (Trident) e o angolano Luis Sá Silva (Carlin) provocou a entrada do Safety-Car logo na primeira volta. Após a relargada, Stoneman abriu uma confortável vantagem sobre Kirchhofer.

Nas voltas finais, o alemão emendou uma sequencia de voltas rápidas, ficando apenas 0s8 atrás do britânico. Mas na volta final, Kirchhofer cometeu um pequeno erro, perdeu alguns centésimos, e Stomeman recebeu a bandeirada em primeiro. Zamparelli fechou o pódio.

O alemão Emil Bernstorff (Carlin) foi o quarto, seguido por Lynn (que começou a prova, já como campeão) e o suíço Alex Fontana (ART). Niederhauser, britânico Nick Yelloly (Status), o italiano Kevin Ceccon (Jenzer) e o sueco Jimmy Eriksson (Koiranen) completaram o pódio. Com o grid dos oito primeiros invertido, Yelloly garantiu a pole para a segunda prova.

Final, prova 1:

1 – Dean Stoneman – Koiranen – 14 voltas em 29’10″173
2 – Marvin Kirchhofer – ART – 0″800
3 – Dino Zamparelli – ART – 5″423
4 – Emil Bernstorff – Carlin – 6″808
5 – Alex Lynn – Carlin – 9″441
6 – Alex Fontana – ART – 10″464
7 – Patric Niederhauser – Arden – 12″174
8 – Nick Yelloly – Status – 13″296
9 – Kevin Ceccon – Jenzer – 15″414
10 – Jimmy Eriksson – Koiranen – 16″173
11 – Santiago Urrutia – Koiranen – 22″559
12 – Richie Stanaway – Status – 23″097
13 – Jann Mardenborough – Arden – 23″677
14 – Pal Varhaug – Jenzer – 24″419
15 – Robert Visoiu – Arden – 25″203
16 – Alfonso Celis – Status – 27″534
17 – Nelson Mason – Hilmer – 31″020
18 – Riccardo Agostini – Hilmer – 33″738
19 – Ryan Cullen – Trident – 34”463
20 – Ling Kang – Trident – 39″273

Abandonos: Marvin Kirchhofer 1’56”888

Abandonos:
Patrick Kujala – Trident – 2
Matheo Tuscher – Jenzer – 0
Luis Sa Silva – Carlin – 0

Prova 2:

Neste domingo (23/11) Niederhauser venceu a segunda prova, a última do ano. Mas após a prova, o suíço foi desclassificado, com Yelloly herdando a vitória. Lynn e Bernstorff completaram o pódio.

Na largada, Niederhauser superou o pole Yelloly, e assumiu a ponta. Lynn era o terceiro.

Como na prova de sábado, o Safety-Car foi acionado logo na primeira volta. Stoneman e Fontana se tocaram e o vice-campeão da temporada abandonou nos boxes. Outro toque, entre Silva e o britanico Ryan Cullen (Trident) deixou a pista cheia de detritos e o SC foi para a pista.

Com a prova reiniciada, Niederhauser abriu uma confortável vantagem, e venceu com cinco segundos de vantagem sobre Yelloly. Lynn fechou o pódio.

Mas com a desclassificação de Niederhauser, Yelloly foi declarado vencedor.

Zamparelli foi o quarto, seguido por Ceccon. Eriksson, o neozelandês Richie Stanaway (Status) e o romeno Robert Visiou (Arden) fecharam a zona de pontos da prova curta da etapa.

Lynn somou 207 pontos. O vice, Stoneman somou 163, dois a mais do que Kirchhofer. Bernstorff foi o quarto com 134, seguido por Eriksson com 132.

Final:

1 – Nick Yelloly – Status – 4″9
2 – Alex Lynn – Carlin – 7″6
3 – Emil Bernstorff – Carlin – 8″4
4 – Dino Zamparelli – ART – 10″4
5 – Kevin Ceccon – Jenzer – 13″1
6 – Jimmy Eriksson – Koiranen – 15″1
7 – Richie Stanaway – Status – 17″8
8 – Robert Visoiu – Arden – 22″2
9 – Pal Varhaug – Jenzer – 24″419
10 – Matheo Tuscher – Jenzer – 23”9
11 – Marvin Kirchhofer – ART – 24″5
12 – Santiago Urrutia – Koiranen – 30″8
13 – Riccardo Agostini – Hilmer – 31″1
14 – Patrick Kujala – Trident – 31”8
15 – Alex Fontana – ART – 32″4
16 – Ling Kang – Trident – 43″2
17 – Luis Sa Silva – Carlin – 1’03”1

Abandonos:
Nelson Mason – Hilmer – 13
Jann Mardenborough – Arden – 10
Alfonso Celis – Status – 8
Ryan Cullen – Trident – 1
Dean Stoneman – Koiranen – 1

Desclassificado:
1 – Patric Niederhauser – Arden – 14 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *