Grand-Am: Pódio para Negri em Miami

Brasileiro cumpre o prometido e leva seu Riley-Ford ao pódio em Homestead.

Correndo em casa neste sábado, o brasileiro Oswaldo Negri Jr, e seu companheiro Mark Patterson levaram o Riley-Ford #60 ao terceiro lugar na Gainsco Grand Prix at Homestead Miami Speedway. A formação da equipe Michael Shank Racing já havia mostrado que continua uma das mais fortes nesta temporada, com Patterson obtendo uma excelente classificação.
 
Mark partiu da nona posição do grid, chegou a andar em terceiro lugar, e cedeu o controle para o brasileiro em 12º devido a estratégia de paradas. Negri, Patterson e seu engenheiro estudaram o histórico da prova nos anos anteriores, e sabiam que o número de bandeiras amarelas pedia uma estratégia diferenciada.
 
“Entrei no carro em décimo segundo, o Mark me entregou um carro perfeito. Dai em diante a corrida mais se assemelhou a um jogo de xadrez”, contou Negri. “Passei vários carros até chegar no pelotao dos seis primeiros, e sabia que tinha um carro forte para manter a posição e até ganhar mais algumas”, falou o piloto.
 
Próximo da segunta janela de pitstop, uma bandeira amarela favoreceu a estratégia da MSR. Negri optou por trocar somente os pneus do lado direito, que sofrem maior esforço, e com isso pularam para o terceiro lugar. O brasileiro contou depois que a corrida mais se assemelhava a uma briga de foice, com sete carros andando muito juntos.
 
“Tudo ficava mais complicado quando pegavamos retardatários, pois além de passá-los era precisso ficar esperto para não ser surpreendido pelo que vinha atrás”, contou.
 
Restando 30 minutos de prova, Negri passou a perseguir Joe Hand que era o segundo, mas cada vez que se colocava em posição de atacar, sugia uma bandeira amarela. Perto do final os pneus muito desgastados fizeram com que Negri assumisse uma postura mais conservadora, embora tenha continuado a pressionar Hand, tentando fazê-lo errar.
 
Marc Goossens, que vinha em quarto lugar, tentava de todas maneiras ultrapassar Negri. Na última volta Goossens tentou ultrassar por fora no Hairpin.
 
“Eu não iria de modo nenhum perder a chance de pódio correndo em casa, e fechei a porta. O Marc chegou a sair da pista, até achei que ele fosse ficar chateado, mas depois ele veio me felicitar e disse que se estivesse em meu lugar teria feito o mesmo”, finalizou o brasileiro.
 
Negri e Patterson, que com o resultado ocupam a terceira posição no campeonato, ficaram muito satisfeitos com o resultado de Homestead, principalmente por saberem que as duas próximas corridas serão muito mais difíceis. A vitória ficou com a dupla Scott Pruett/ Memo Rojas.
 
A próxima etapa acontece no dia 17 de abril, no Autódromo Hermanos Rodrigues, com a México City 250.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *