Grand-Am: Ricardo Zonta comemora segundo lugar em Mid-Ohio

Brasileiro leva Lola-Ford da Krohn Racing ao pódio no encerramento da primeira metade da temporada, que terá sequência em Daytona no dia 4.

Depois de uma atuação marcada por dificuldades na etapa de Watkins Glen, Ricardo Zonta voltou a comemorar um bom resultado na Grand-Am Rolex Sports Car Series. O piloto brasileiro da Krohn Racing, atuando ao lado do sueco Nic Jonsson, conquistou a segunda posição na sexta etapa, sábado (20) na pista de Mid-Ohio. A vitória no circuito misto, localizado em Lexington, foi do mexicano Memo Rojas e do norte-americano Scott Pruett.

O resultado confirmado por Zonta e Jonsson a bordo do Lola-Ford número 76 consolidou o segundo pódio da Krohn Racing em menos de uma semana. No domingo anterior (14), a equipe, associada à Risi Competizione, obteve o terceiro lugar na classe GT2 das 24 Horas de Le Mans. Na tradicional corrida francesa, os pilotos da Ferrari F430 da Risi-Krohn foram Jonsson, o belga Eric van de Poele e o norte-americano Tracy Krohn, proprietário da equipe.

Jonsson largou em quinto e chegou ao grupo dos três primeiros. Após sua parada nos boxes, na 25ª das 11 voltas, Zonta retornou em sétimo e cumpriu uma corrida estratégica, capaz de levar o carro ao fim da prova em segundo lugar. Nas 40 voltas finais, o brasileiro exerceu forte pressão à liderança de Pruett, que pilota o Riley-Lexus da Chip Ganassi/Felix Sabates. A diferença entre os dois ao término da prova foi de apenas 491 milésimos de segundo.

“Foi uma boa corrida. Eu não tive muito contato com o carro na pista seca, então tive de me adaptar ao carro durante a corrida. O carro estava muito bom e isso facilitou meu trabalho. Os mecânicos e toda a equipe trabalharam muito bem, nossa estratégia foi perfeita”, diz Zonta, 17º na classificação do campeonato. “Não temos tantas chances de título por causa de problemas no início do ano, mas vai ser ótimo se conseguirmos pódios em todas as corridas”, torce.

O duelo com Pruett pela vitória nas voltas finais foi enaltecido pelo piloto brasileiro. “Eu tentei de todas as formas uma ultrapassagem sobre o Scott no fim, mas meu carro tinha muita pressão aerodinâmica e não atingia tanta velocidade nas retas, que eram os únicos pontos reais de ultrapassagem. Isso impediu que eu conseguisse um ataque mais forte sobre o Pruett. Mesmo assim, conseguimos pontos importantes para a equipe”, resumiu Zonta.

Osvaldo Negri Júnior, piloto brasileiro que tem o norte-americano Mark Patterson como parceiro na equipe Michael Shank Racing, ficou em 30º lugar na etapa de Mid-Ohio, tendo completado 85 das 111 voltas da corrida. A sétima etapa da Grand-Am Rolex Sportscar Series está marcada para dia 4 de julho, no circuito misto de Daytona. A corrida vai abrir a segunda metade do campeonato, que tem Pruett e Rojas, vencedores de duas etapas, na liderança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *