Grand-Am: Ryan Dalziel/Alex Popow vencem em Indianápolis

A dupla Ryan Dalziel/Alex Popow (Starworks with Alex Popow/BMW / Riley) venceu nesta sexta-feira (26/07), no Indianápolis Motor Speedway, oitava etapa da GRAND-AM Rolex Series. Foi a segunda vitória consecutiva da equipe em Indianápolis. A dupla Scott Pruett/Memo Rojas (Chip Ganassi Racing with Felix Sabates/BMW Riley) terminou em segundo, seguida pela dupla Jon Fogarty/Alex Gurney (GAINSCO/ Bob Stallings Racing/ Corvette DP).

O norte-americano Dalziel assumiu a liderança faltando nove minutos para o final, com a parada do brasileiro Rubens Barrichello (Doran Racing/Ford/Dallara) nos boxes, para reabastecimento. No final, Dalziel recebeu a bandeirada no traçado misto de Indianápolis com 3s438 de vantagem sobre o compatriota Pruett, que chegou a rodar nos minutos finais da prova. 

Dalziel/Popow fizeram uma prova de recuperação, após o venezuelano ter que cumprir um drive-through, por uma irregularidade na largada, logo no começo da prova. Foi a segunda vitória consecutiva de Popow na prova. Foi a primeira prova da equipe com o motor BMW.

Fogarty/Gurney fecharam o pódio no geral e na Classe DP.

A dupla Brendon Hartley/Pierre Kaffer (Starworks Motorsport/BMW Riley) terminou em quarto, seguido pela dupla Barrichello/Doug Peterson. Barrichello liderou 22 voltas.

A dupla Ricky Taylor/Richard Westbrook (Spirit of Daytona Racing/Corvette DP) fechou os seis primeiros.

O brasileiro Oswaldo Negri (Michael Shank Racing/Ford Riley), em dupla com o norte-americano John Pew, chegou na 7ª posição. Nos minutos finais, Negri levou um toque de Sébastien Bourdais (8 Star Motorsports/Corvette DP), perdendo posições. Bourdais, vencedor em 2012 com Popow, levou um stop and go mais sessenta segundos, pelo toque no brasileiro.

Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing with Felix Sabates/BMW Riley) terminou na 9ª posição. O brasileiro formou dupla com o norte-americano Joey Hand, que no final da prova levou stop and go mais sessenta segundos, por um toque em Pruett .

O brasileiro Christian Fittipaldi (Action Express Racing/Corvette DP), em dupla com o português João Barbosa, terminou apenas na 24ª posição geral, 14ª na Classe DP.

Logo nas primeiras voltas Fittipaldi rodou, após a suspensão do carro quebrar. Depois de um longo período nos boxes, para reparos, o carro retornou a prova.

Jordan Taylor (Wayne Taylor Racing/Corvette DP), que marcou a pole, terminou apenas na 25ª posição. Max Angelelli, parceiro de Taylor, rodou quando era líder, ao levar um toque de AJ Allmendinger (Michael Shank Racing with Curb/Agajanian/Ford Riley), faltando menos de uma hora para o final. Allmendinger foi punido com um stop and go mais sessenta segundos, pelo toque em Angelelli.

Dalziel/Popow lideram o campeonato na DP com 229 pontos, dez a mais do que Gurney/Fogarty. Fittipaldi é o sétimo com 207. Negri, com 95, é o 26º.

A Chip Ganassi Racing with Felix Sabates venceu o North American Endurance Championship, ficando com o prêmio de $100,000. Pruett/Rojas venceram o NAEC, entre os pilotos DP.

Pela Classe GT, vitória da dupla Jeff Segal/Max Papis (R.Ferri/AIM Motorsport Racing with Ferrari/Ferrari 458. A Stevenson Motorsport, com o segundo lugar da dupla John Edwards /Robin Liddell, venceu o NAEC na GT.

A dupla John Potter/Andy Lally lidera na classe, com 229 pontos, quatro a mais do que Edwards.

A dupla Sylvain Tremblay/Tom Long (Mazdaspeed/Speedsource/ Mazda6 GX) venceu na Classe GX, levando também o NAEC na classe. Jim Norman (BGB Motorsports/Porsche Cayman) lidera na classe com 233 pontos.

A próxima etapa acontece em Road America, no dia 10 de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *