GT Brasil: Cláudio Ricci e Rafael Derani vencem no Rio de Janeiro

Duda Rosa e Cleber Faria assumem liderança da competição

A quarta etapa da temporada 2012 do Campeonato Brasileiro de Gran Turismo viu o ressurgimento de um forte concorrente: a Ferrari F458 dos pilotos Cláudio Ricci e Rafael Derani, campeões em 2009, e que voltaram a vencer após quase dois anos. Wagner Ebrahim e Fábio Ebrahim, com um Audi R8 LMS, chegaram em segundo e Sérgio Jimenez e Paulo Bonifácio, de Mercedes-Benz SLS AMG. Com os resultados, Duda Rosa e Cleber Faria, também de SLS, estão agora na liderança com 100 pontos, dois à frente de Allam Khodair e Marcelo Hahn e cinco de Cacá Bueno e Cláudio Dahruj.

“Nós tivemos a chance de desenvolver a Ferrari para esta prova e colhemos os resultados por isso”, diz Rafael Derani. “Na corrida de ontem estávamos rápidos e chegando em um bom resultado e acabamos sofrendo uma quebra no final que nos prejudicou. Hoje largamos na pole, mantivemos um bom ritmo e mesmo com um um grande desgaste de pneus conseguimos este excelente resultado”.

“Agradeco muito à equipe pelo trabalho feito, vamos usar esta vitória para levantar o moral e virar o jogo”, encerra Derani. Para Cláudio Ricci, o resultado foi mérito do esforço feito pela sua equipe. “Tivemos um final de semana muito bom. O Rafa fez a diferença e tudo que conquistamos é porque lutamos pelo resultado. Infelizmente ontem tivemos azar, mas hoje a sorte veio”.

“Estamos longe ainda na briga pelo título, mas não estamos ainda nem na metade do campeonato, então podemos ir atrás dos nossos concorrentes. Fico feliz pela vitória, mas ao mesmo tempo é triste por ser na última corrida aqui no Rio”, completa Ricci. Após perderem as corridas em Interlagos no último mês, Wagner Ebrahim comemorou o resultado.

“Estou muito cansado”, diz o piloto. “Mesmo com todo o preparo físico a temperatura no carro chegou a passar dos 70oC. Foi uma corrida bastante complicada, mas é ótimo voltar ao pódio. É ótimo para a categoria uma marca diferente vencer, vimos o grande equilíbrio entre os carros no Rio e isso mostra o grande trabalho que vem sendo feito pela organização”.

“Devemos ter atualizações nas próximas etapas e assim ficarmos mais fortes em ritmo de corrida, que é o que nos falta. Fábio fez uma excelente corrida e isso também foi um diferencial para estarmos aqui hoje”, encerra. Fábio Ebrahim destaca o resultado conquistado após tantas dificuldades. “Nossa pré-temporada foi efetivamente em Santa Cruz do Sul, na primeira etapa”.

“Em Curitiba tivemos problemas nos pneus, em São Paulo não andamos e para chegar até este pódio foi realmente bastante difícil. Tivemos que reconstruir a parte elétrica entre as etapas e por isso não treinamos. O desempenho continua bom, mas precisamos melhorar o carro ainda e continuar avançando para brigar pelo título que está bastante apertado”, declara Fábio.

“Não costumo ficar feliz com a boa sorte dos outros competidores, mas hoje estou. Tanto pelos vencedores quanto pelos segundos colocados que superaram várias dificuldades para alcançarem estes resultados. Foi excelente o terceiro lugar, porque eu consegui escapar ileso de vários toques. A Mercedes é um tanque, perdemos tempo na entrada da parada, mas fora isso foi perfeito”, diz Boni.

Já Sérgio, a luta continua para recuperar o tempo perdido. “Infelizmente acabamos perdendo a primeira etapa da temporada por isso temos que correr atrás dos adversários. Fizemos hoje uma ótima parada e uma corrida forte. São cinco corridas seguidas com pódio e vamos buscar o título da GT3”, encerra Jimenez.

2ª Corrida – Gran Turismo
1º) 3 – R.Derani/C.Ricci (FE, SP/RS), 36 voltas em 50:11.857 (média de 131,97 km/h)
2º) 20 – F.Ebrahim/W.Ebrahim (AU , PR/PR), a 3.033
3º) 22 – P.Bonifacio/S.Jimenez (MB , SP/SP), a 3.952
4º) 1 – V.Brito/Constatino Jr (BM , PA/SP), a 12.571
5º) 7 – P.Bueno/M.Franco (FO , SP/SP), a 29.909
6º) 30 – C.Faria/D.Rosa (MB , SP/RS), a 45.678
7º) 63 – G.Figueiroa/J.Campos (LA , PR/PR), a 46.380
8º) 105 – V.Faria/R.Guerra (MB , SP/SP), a 48.265
9º) 46 – C.Kray/A.Toso (LA , RS/RS), a 1 volta
10º) 10 – C.Almeida/P.Ventura (LA , RS/RS), a 1 volta
11º) 18 – F.Poeta/F.Fortes (LA , RS/SP), a 1 volta
12º) 4 – F.Roso/V.Roso (FE , RS/RS), a 2 voltas
13º) 15 – F.Tozzo/R.Mascarello (FE , SC/MT), a 7 voltas
14º) 99 – R.Ricca/C.H.de Mello (PO , SP/SP), a 12 voltas
15º) 75 – H.Assunção/R.Kastropil (LA , SP/SP), a 35 voltas

Classificação GT3
1 – Duda Rosa/Cleber Faria – Mercedes-Benz SLS AMG – 100;
2 – Allam Khodair/Marcelo Hahn – Lamborghini LP600+ – 98;
3 – Cacá Bueno/Cláudio Dahruj – BMW Z4 GT3 – 95 pontos;
4 – Renan Guerra/Vanuê Faria – Mercedes-Benz SLS AMG – 83;
5 – Sérgio Jimenez/Paulo Bonifácio – Mercedes SLS AMG – 74;
6 – Wagner Ebrahim/Fábio Ebrahim – Audi R8 LMS – 73;
7 – Valdeno Brito/Constantino Júnior – BMW Z4 GT3 – 70;
8 – Cláudio Ricci/Rafael Derani – Ferrari 458 – 69;
9 – Andersom Toso/Carlos Kray – Lamborghini LP520 – 42;
10 – Felipe Tozzo/Raijan Mascarelo – Ferrari F430 – 40;
11 – Fernando Poeta – Lamborghini LP560 – 37;
12 – Ronaldo Kastropil – Lamborghini LP600 – 36
13 – Guilherme Figueiroa/Júlio Campos – Lamborghini LP600 – 28;
14 – Cristiano Almeida/Pierre Ventura – Lamborghini LP520 – 28;
15 – Henrique Assunção – Dodge Viper Competition Coupé – 22;
16 – Ramon Matias – Dodge Viper Competition Coupé – 20;
17 – Fernando Croce/Fernando G. Croce – Corvette Z06R – 19;
18 – Roger Sandoval – Lamborghini LP560 – 18;
19 – Bruno Garfinkel – Lamborghini LP600 – 16;
20 – Felipe Roso/Vinícius Roso – Ferrari F430 – 15;
21 – Popó Bueno/Marcelo Franco – Ford GT – 11;
22 – Walter Derani – Ferrari F430 – 11;
23 – Fernando Fortes – Dogde Viper Competition Coupé – 10
24 – Renato Cattalini – Dodge Viper Competition Coupé – 9;
25 – Lorenzo Varassin – Dodge Viper Competition Coupé – 8;
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *